Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Turma do Fundão

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Grupo de leitores-colaboradores da ME que ajuda a revista sugerindo pautas e alimentando este blog cultural
Continua após publicidade

7 mensagens subliminares inusitadas da cultura pop

Por turma-do-fundao
Atualizado em 4 jul 2018, 20h35 - Publicado em 14 jul 2016, 18h43

Pedro_Spadoni

Você pode nunca ter ouvido falar delas (o que acho difícil) nem procurado por elas (o que também acho difícil), mas é certeza que elas já te encontraram. Isso porque o barato das mensagens subliminares é chegarem até você e mexerem com sua cabeça sem que você saiba.

Em termos de história, o assunto é recente. Estima-se que, desde os anos 50, a publicidade, o cinema e a indústria musical incorporaram o recurso – que, inclusive, já surgiu causando reboliço. Em 1957, o especialista em marketing James Vicary desenvolveu, nos EUA, a técnica de “projeção subliminar”, que consistiu em colocar imagens contendo frases como “beba Coca-Cola” e “coma pipoca” em frações de segundo de uma seção no cinema. Feita a experiência, Vicary constatou que as vendas de pipoca e Coca no cinema subiram 57,7% e 18,1%, respectivamente.

O verdadeiro debate científico é: essas tais mensagens surtem algum efeito no(s) receptor(es)? É difícil dizer. Confira na lista abaixo alguns dos exemplos mais inusitados em que a zoeira (e a arte) esconderam mensagens de você:

1) Cloverfield (2008)

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=iXgEYGvLP8w?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Continua após a publicidade

Quando Rob Hawkins (Michael Stahl-David) curte uma  festa de despedida em Nova York com os amigos, um tremor os pega de surpresa. Seria um terremoto? Um acidente aéreo? Pfff, longe disso. Um ataque. E pior: de um monstro. Nem preciso dizer que, com o decorrer do filme, a cidade vem abaixo. Mas não é só isso.

O longa dirigido por Matt Reeves e produzido por J.J. Abrams traz um formato peculiar. Cheias de solavancos e confusão, as filmagens em primeira pessoa passam um ar de amadorismo – mas, de amadoras mesmo, não têm nada.

Mensagem subliminar: Se você já assistiu, pode admitir que deixou passar os flashes colocados pelo diretor de outros filmes clássicos de monstros. Eles incluíam King-Kong (1933), O Monstro do Mar (1953) e O Mundo em Perigo (1954). A razão, porém, é um mistério: poderia ser para deixar o filme ainda mais perturbador ou homenagear obras que o inspiraram.

2) Irreversível (2002)

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=OU-ZOHeWLkU?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Continua após a publicidade

A direção de Gaspar Noé se mostra pra lá de peculiar (em vários níveis) neste longa francês. Indo de trás pra frente, descobrimos a história e a razão da busca por vingança dos amigos Marcus (Vincent Cassel) e Pierre (Albert Dupontel). No submundo de Paris, os dois vão atrás do homem que teria estuprado e espancado Alex (Monica Belucci), namorada de Marcus (e ex de Pierre!). A marcha ré continua, passando pelo próprio estupro e mais alguns acontecimentos que o precederam. Bom para dar um nó na cabeça.

Mensagem subliminar: Em uma sacada genial, Gaspar escolheu incluir na primeira meia hora da trilha do filme um barulho em baixa frequência imperceptível ao ouvido humano. Por quê? Acredita-se que o som faz com que o espectador se sinta nauseado ou, no mínimo, com nojinho (além de desconfortável). O que combina perfeitamente com o desenrolar da história.

3) O Exorcista (1973)

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=TD0RJ_iuBPo?feature=oembed&w=500&h=281%5D

O longa, dirigido por William Friedkin, é um clássico para qualquer amante de filmes de terror. A atriz Chris Macneil (Ellen Burstyn) começa a notar que sua filhinha de 12 anos, Regan (Linda Blair), anda apresentando comportamentos… estranhos. Quando a situação começa a perder as estribeiras, a menina é trancada em um quarto enquanto sua mãe procura por ajuda especializada.

Continua após a publicidade

A princípio, Chris chama o padre – e psiquiatra – Karras (Jason Miller). Ao constatar que a garotinha está possuída, Karras chama o único capaz de resolver o caso: o sacerdote Merrin (Max von Sydow).

Mensagem subliminar: Friedkin usa e abusa de imagens subliminares no desenrolar de cenas do filme, da maneira mais bizarra possível. Em alguns frames, é possível vislumbrar a face pálida do demônio Pazuzu (Eileen Dietz), que possui o corpo de Regan. O momento mais claro está no vídeo acima, aos 0:22. Por ser muito rápido, mesmo aqueles que percebem ficam na dúvida se realmente rolou ou não, o que deixa a experiência de assistir ainda mais medonha (e viciante). Dá para ver todas as aparições aqui.

4) Eminem – Stimulate (2003)

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=m5_2yxF3oRY?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Muitos conhecem 8 Mile: Rua das Ilusões, filme dirigido por Curtis Hanson que conta a trajetória problemática do rapper mundialmente famoso Eminem. O caos na vida do cantor envolveu incontáveis brigas com a mãe (que era alcoólatra), o abandono da namorada (grávida, inclusive) e a perseguição por seus inimigos. Enfim, mil tretas. O que não é mundialmente famoso, porém, é a mensagem presente na música “Stimulate”, presente na edição limitada da trilha sonora do longa.

Continua após a publicidade

Mensagem subliminar: Se pegar o último trecho da música e tocá-lo ao contrário, você ouvirá: “I’m not here to save you. I’m only here for the ride, so let me entertain you and everything will be fine”. De arrepiar, yo.

5) Roger Waters – “Perfect Sense, Part 1”

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=wVNb0Sft0vA?feature=oembed&w=500&h=375%5D

É claro que o ex-baixista e vocalista da banda britânica Pink Floyd apareceria por aqui – e de forma merecida. Em 1992, o compositor surpreendeu a todos com mais um álbum solo: Amused to Death. A surpresa não foi o lançamento em si, mas a proposta do projeto, que trazia um tom mais pessoal. A obra junta as obsessões de Roger (mídia, guerra etc) envolvidas em um ar conspiratório. O que poucos sabem é a rixa existente por trás da terceira faixa do álbum, “Perfect Sense, Part I” .

Mensagem subliminar: Tocando a faixa ao contrário, é possível ouvir “Julia, however, in the light and visions of the issues of Stanley, we changed our minds. We have decided to include a backward message. Stanley, for you, and for all the other book burners…”. O que isso tem demais? Bom, esse tal de Stanley é ninguém menos que o lendário cineasta Stanley Kubrick (O Iluminado, Laranja Mecânica etc). Reza a lenda que Waters pediu a Kubrick permissão para usar alguns samples do longa 2001: Uma Odisséia no Espaço em seu álbum. Kubrick negou. Roger, ligeiramente chateado, deixou essa carinhosa mensagem para o cineasta em uma das músicas.

Continua após a publicidade

6) Capcom vs. SNK: Millennium Fight 2000 Pro

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=eJKuv_k7e60?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Lançado a princípio para arcades e depois para PlayStation e Dreamcast (pois é), o jogo de luta desenvolvido pela Capcom colocava personagens consagrados para lutar. Não demorou muito para a treta generalizada “pegar” entre jogadores e críticos. Mas o detalhe mais inusitado ainda está por vir.

Mensagem subliminar: No menu inicial do jogo, vá em “option mode” (ou dê play no vídeo acima). Aumente o volume da televisão, caixas de som ou fone de ouvido. Wait for it. Não, você não ouviu errado. É realmente um “Kaiser, uma grande cerveja. A cerveja dos momentos felizes”. Como e por que isso acontece? Nunca saberemos. O que podemos (e vamos) fazer é rir para sempre.

7) Diablo (1996)

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=xvgSEs_jCCY?feature=oembed&w=500&h=281%5D

Para fechar a lista, nada melhor do que o primeiro volume do hoje consagrado jogo da Blizzard, lançado no final da década de 90. A história se desenrola da seguinte forma: você – o herói – precisa ir até o inferno (no sentido literal da coisa) para checar o que diabos está perturbando a catedral de Tristam, cidade do reino de Khanduras. E adivinha? A resposta já estava na pergunta. No final, você precisa enfrentar o próprio Diabo para tentar restabelecer a paz.

Mensagem subliminar: No melhor estilo de “Announcement Service Public”, música (bem) underground da banda norte-americana Linkin Park, a zoeira te pega e você nem percebe. Ao ser enfrentado, o Senhor das Trevas começa a dizer coisas sem sentido e de maneira bizarra. Como? De trás para frente, claro. Ao inverter o trecho, é possível finalmente entender as palavras maléficas do Capiroto: “Eat your vegetables and brush after every meal”. Muito badass esse Lúcifer.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.