Clique e assine a partir de 8,90/mês

3 perguntas curiosas sobre sexo e alimentação

A gente não quer só comer, quer beber e fazer amor. Mas complica

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h47 - Publicado em 2 fev 2013, 22h00

99. Como o álcool interfere no desempenho?
Dependendo da quantidade, ele afeta o desempenho desde a paquera, porque você pode virar um mala. Em dose moderada, o que significa um ou dois chopes, produz um leve relaxamento. O excesso prejudica os reflexos e a sensibilidade, deixando algumas partes do corpo amortecidas, inclusive o pênis. Porque o efeito vasodilatador interfere no fluxo de sangue para os corpos cavernosos, deixando-os frouxos. Aí, não sobe nem com a Megan Fox nem com o João Benzedor de Ogum.

 

Continua após a publicidade

100. Sexo depois da refeição pode causar indigestão?
Sim, se você comer feijoada com buchada e fizer posições mirabolantes. Mas transar em jejum pode causar hipoglicemia e mau hálito porque a falta de salivação deixa restos de alimentos e células mortas na língua.

 

Continua após a publicidade

101. Alimentos afrodisíacos fazem efeito?
Catuaba e jurubeba não transformam ninguém em amante caliente, mas alguns alimentos, como essas ervas, amendoim, pimenta, açaí, guaraná, chá verde e café, são energéticos. O chocolate estimula a produção de serotonina, neurotransmissor associado ao bem-estar. “E contém feniletilamina, a mesma substância que liberamos quando estamos apaixonados”, explica a médica nutróloga Liliane Oppermann, diretora da AMBO (Associação Médica Brasileira de Ortomolecular). Iogurte e queijos possuem arginina, que melhora a vasodilatação, inclusive nos órgãos genitais. E a ostra, além de remeter ao órgão sexual feminino, é fonte de selênio, silício, zinco e vitaminas do complexo B, substâncias que estimulam a produção de hormônios sexuais. Quando se trata de estímulo tátil, visual ou olfativo, as frutas são imbatíveis. A lichia, por exemplo, tem a mesma textura da glande; a banana, o formato do pênis; e o mamão papaia aberto lembra a vagina.

Publicidade