Clique e assine a partir de 5,90/mês

A Antártida se apóia sobre dois alicerces

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h51 - Publicado em 31 out 1997, 22h00

Placas tectônicas são gigantescos blocos subterrâneos de pedras. Em cima delas, os continentes e os oceanos parecem detalhes de uma maquete modelados na parte mais superficial do planeta. Apenas este ano descobriu-se que metade da Antártida fica em cima de uma placa, e a outra metade, sobre uma segunda. O achado se deve a David McAdoo, da Administração Nacional para a Atmosfera e os Oceanos, nos Estados Unidos, e Seymour Laxon, da Universidade de Londres, na Inglaterra. Eles utilizaram dados do satélite europeu ERS-1, que avalia as mudanças da gravidade em cada ponto do planeta. Essas variações revelam acúmulos de massa no subsolo.

Abaixo da superfície, o continente antártico está dividido em duas grandes massas de rocha, chamadas placas tectônicas. Elas se movem lentamente uma em relação à outra

Publicidade