GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A pancada que deixa o cérebro na lona

Por que um soco no queixo causa nocaute?

Uma pancada bem dada, em qualquer lugar da cabeça, causa o mesmo efeito. Mas o queixo é realmente o ponto mais perigoso, pois de lá a força do soco pode ir direto para uma região do cérebro chamada tronco cerebral. São as células do tronco que comandam a consciência. Se o baque for muito forte, elas sofrem uma lesão – temporária ou não – e deixam de funcionar. Mas o torpor também pode acontecer de outra forma, mais gradual. Numa luta de boxe, as pancadas sucessivas causam inchaços dentro do cérebro. Esses edemas vão se espalhando e acabam espremendo o tronco cerebral. Aí não tem jeito, o lutador vai desabar mesmo com um peteleco. Em ambos os casos, as conseqüências podem ser muito mais sérias do que um simples desmaio. “Dependendo da gravidade da lesão, o lutador pode entrar em coma e até morrer”, explica o neurologista Rubens Reimão, de São Paulo.

Linha direta

Como o murro afeta a consciência.

1. Do queixo, a força do soco caminha direto até o tronco cerebral.

2. Chegando lá, o impacto interrompe o funcionamento desta região do cérebro, responsável pela consciência. É aí que o lutador beija a lona.