GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Adivinhas os pensamentos alheios

O paradoxo de vencer sintonizado com os adversários Flash – jogo para três a dez participantes, produzido pela Grow Jogos e Brinquedos S. A.

Pouca gente desconhece o Stop, um jogo de papel e lápis muito praticado nas escolas, no qual um lista de assuntos deve ser preenchida com palavras que comecem com determinadas letras – por exemplo, modelos de carros, flores, comida, livros e filmes que comecem com “B”, “P” e “S”. Nele, o desafio é lembrar-se de palavras que os demais competidores não proponham, pois, assim marcam-se mais pontos. Agora a Grow lançou Flash, uma espécie de Stop às avessas, onde o importante é justamente propor palavras que coincidam com as escolhas adversárias. Ele é composto de um bloco de anotações e 120 cartelas com simpáticas ilustrações de uma variedade de objetos, lugares e fenômenos. No início, cada jogador recebe uma folha, onde anotará suas palavras e os pontos ganhos. As cartelas são embaralhadas e empilhadas como a face para baixo. Após a primeira ser desvirada no centro da mesa, todos devem escrever oito palavras que venham à mente, sugeridas pela imagem exposta. Naturalmente, evitando os olhares indiscretos que vêm pelos flancos. Quase todas as cartelas sugerem de imediato umas quatro idéias óbvias, mas daí em diante, é um gostoso exercício de imaginação e análise de chances. Depois que todos completaram a relação revelam-se as palavras uma a uma.
Cada semelhança dá aos autores um número de pontos igual à quantidade de coincidências verificadas. Por exemplo: se tratasse da imagem de um navio e cinco pessoas propusessem “mar”, então cada uma delas ganhariam cinco pontos. O processo se repete com duas novas cartelas e somam-se os pontos. O maior total vence. Flash é uma idéia simples, realizada num jogo ágil e bastante motivador. Exatamente o tipo que nos faz perguntar por que não pensamos nele antes.