GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Anuncie aqui – na escola

Crise econômica e cortes no orçamento do governo obrigam escolas americanas a buscar uma nova forma de conseguir dinheiro: vender espaço publicitário em livros, uniformes, ônibus e até no boletim

Vanessa Vieira

No sistema de som e TV

Onde tem – Todo o país.

Quem anuncia – Gillette, M&M, Cheetos.

Como é – 8 mil escolas americanas são associadas à Channel One, empresa que distribui gratuitamente aparelhos de TV e DVD – em troca da exibição de um programa de atualidades de 12 minutos, a que os estudantes têm de assistir (e inclui anúncios).

No ônibus

Onde tem – Nova Jersey, Arizona, Colorado, Novo México, Tennessee e Texas.

Quem anuncia – Academias de ginástica, dentistas e empresas financeiras.

Como é – A propaganda é colocada na lataria do ônibus e rende às escolas US$ 2 mil mensais por veículo. O mercado publicitário quer inserir anúncios também na parte de dentro dos ônibus.

No armário

Onde tem – Minnesota, Califórnia.

Quem anuncia – Parques de diversão e canais infantis, como o Nickelodeon.

Como é – O armário é coberto por um adesivo, que rende US$ 200 mil anuais à escola. A pioneira foi a Centennial School, de Minneapolis, que teve de buscar essa solução ao perder US$ 3,6 milhões de orçamento.

No boletim

Onde tem – Flórida.

Quem anunciou – McDonald’s e Pizza Hut.

Como foi  – Em 2007, o McDonald’s pagou para aparecer nos boletins em Orlando. O anúncio prometia um McLanche Feliz grátis aos estudantes com boas notas. A iniciativa gerou protestos e foi interrompida. A prefeitura se defendeu dizendo que, nos 10 anos anteriores, os boletins eram patrocinados pela Pizza Hut.

No uniforme

Onde tem – West Virginia, Ohio e Pensilvânia.

Quem anuncia –
Nike e Adidas.

Como é – As empresas patrocinam os times escolares e, em troca, colocam sua marca nos uniformes esportivos. A iniciativa não é muito bem-vista: apenas 36% dos pais acham a ideia boa – e 31% a consideram inadmissível.