GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Apache , bangue-bangue

Os primeiros bonecos já eram de plástico, mas o forte era construído em madeira.

Darius Roos

A gente, que poderia falar em tupi e ter como ídolos os bandeirantes, cresceu curtindo o Forte Apache, um brinquedo que trazia como heróis os militares da chamada Confederação, além de inimigos indígenas da tribo apache – tudo coisa de americano. Culpa de quem? Da sempre vilã televisão. O brinquedo surgiu em 1970, inspirado nos seriados de TV da década de 60. Os primeiros bonecos já eram de plástico, mas o forte era construído em madeira. O capricho era um dos luxos do brinquedo, que tinha pintura feita à mão.

HEMORRÓIDAS

Alguns bonecos eram legados à desgraça. Os coitados só eram feitos para montar nos cavalos. Quando a molecada os desmontava, viravam motivo de piadas cruéis. De pernas arqueadas, só ficavam de pé quando encostados em algum lugar ou quando a gente enterrava eles na areia.

“MADEIRA!”

Antigamente, as peças de montar eram todas de madeira e tinham pregos que enferrujavam. O material trazia problemas nos encaixes, no tingimento e na durabilidade. Imagine-se no meio da sua brincadeira. Seu amigo grita: “Estamos sob ataque”. Você procura por índios nas redondezas, até que o sujeito completa: “Estamos sob ataque de cupins. Seu forte está esburacado feito peneira”.

MODERNIDADE

Os bonecos atuais possuem articulações e vários acessórios removíveis, como chapéus e armamentos. Você pode deixar os bonecos de pé ou retirar o suporte para colocá-los montados nos cavalos.

MÃOS AO ALTO

No auge do ataque inimigo, quando você estava todo cercado, alguém gritava: “Largue as armas”. Como? Afinal, o boneco vivia grudado com aquele rifle. Não dava para largar a arma.

É DURO

A gente sabe o quanto é legal brincar de Forte Apache, mas não dá para dizer que antigamente tudo era uma maravilha. Você sabe, os bonecos eram tão duros que muita, muita coisa se passava mais na nossa imaginação do que de verdade.