Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Ciência e aventura: saiba tudo sobre Indiana Jones

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h46 - Publicado em 31 Maio 2008, 22h00

Sérgio Gwercman, redator-chefe

Indiana Jones é ficção do início ao fim. É um dos momentos em que Hollywood mais se desconectou da realidade – e olha que estou falando de gente que fez Independence Day e Marte Ataca. Mas, por mais lunática que seja, a série tem a mesma essência da Super: a crença de que o conhecimento é a coisa mais divertida do mundo.

Foi pensando nesse espírito que decidimos fazer de Indiana Jones nossa capa – ainda que isso signifique receber alguns e-mails nos acusando de termos nos vendido para Hollywood (é sempre bom lembrar: esse tipo de coisa não existe, e nunca existiu, por aqui). Você vai mergulhar no universo dos mistérios que rondam a série, da arca da Aliança aos alienígenas. E vai ver que a alma da Super é parecida com o Harrison Ford de chapéu e chicote: a gente é curioso e quer saber mais sobre as grandes histórias da humanidade.

Aqui no mundo dos jornalistas, designers e ilustradores de revista, o Prêmio Abril é um dos eventos mais importantes do ano – o momento em que a maior editora da América Latina escolhe os melhores trabalhos que publicou. Os premiados de 2007 foram anunciados no mês passado. E a Super fez bonito: melhor capa, reportagem, infografia e ilustração. Ganhar prêmios desse calibre é algo como sair do Oscar com as estátuas de melhor filme, roteiro e diretor. Para você dividir conosco essa felicidade, a página dos Colaboradores sofreu uma pequena mudança neste mês. Saem as pessoas que fizeram esta edição, entram os profissionais que mais brilharam no ano passado – e o que eles fizeram para merecer o troféu.

A GUERRA QUE INVENTOU O MUNDO COMO VOCÊ CONHECE

Quando a 1ª Guerra Mundial começou, o mundo era outro. Quando terminou, há 90 anos, o mundo era este em que vivemos. A história e as conseqüências dessas transformações é o que você vai entender no nosso especial sobre o conflito, que já está nas bancas. Não há nada que você precise saber sobre o conflito que não esteja lá.

Continua após a publicidade
Publicidade