GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como funcionam os catalisadores dos automóveis?

É exatamente o que faz esse dispositivo antipoluente acoplado ao escapamento dos carros, ao finalizar a combustão que não aconteceu por completo no motor.

(Marcio Yudi Rodrigues, via internet)

O verbo catalisar significa estimular ou acelerar uma reação. É exatamente o que faz esse dispositivo antipoluente acoplado ao escapamento dos carros, ao finalizar a combustão que não aconteceu por completo no motor. Ao passarem pelo catalisador, os gases emitidos pela queima da gasolina – os venenosos monóxido de carbono (CO), hidrocarboneto (HC) e óxidos de nitrogênio (NOx) – são filtrados por uma estrutura em forma de colméia. “Ela é composta de duas substâncias químicas (paládio e molibdênio) que reagem com esses gases, convertendo-os em vapor de água e outros gases não tóxicos, como o gás carbônico (CO2) e o nitrogênio (N2)”, afirma o engenheiro Guenther Carlos Krieger Filho, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Desde 1983, a lei determina que todos os veículos brasileiros devem possuir catalisador – abre-se apenas uma exceção para carros com motor auto-suficiente, capaz de queimar todos os gases sem deixar resíduos poluidores.

Metamorfose gasosa

Dispositivo antipoluição provoca transformação dos elementos químicos

1 – O tubo de saída do motor leva os gases poluentes ao catalisador

2 – Os gases são filtrados pela estrutura em forma de colméia

3 – A estrutura é feita de substâncias que reagem com os gases, convertendo-os em outros menos ofensivos