GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como se virar em um país em guerra

Guarde a camisa Florida para as férias no Havaí. Se você resolver visitar um país em guerra, precisará ser discreto e tomar certos cuidados

 (Superinteressante/)

1. Viaje preparado

Vista-se discretamente. Trajes berrantes, que denunciem sua condição de estrangeiro, podem fazer de você um alvo fácil; por outro lado, mesclar-seaos locais cria o risco de confundirem você com algum dos grupos emconflito. Abasteça-se de moeda local (fig. 1). Informe-se sobre as rotas de fuga (fig. 2). Tome todas as vacinas necessárias (fig. 3) e saiba onde ficam os hospitais próximos (fig. 4). Assegure-se de que a polícia local (fig. 5) e a representação diplomática de seu país (fig. 6) sabem da sua existência e aprenda o idioma local – pelo menos o suficiente para pedir socorro (fig. 7).

 

2. Mantenha-se alerta

Se você prestar atenção no ambiente ao seu redor, poderá evitar ser atacado de surpresa. Procure se antecipar a qualquer ação de um potencial agressor: é melhor atacar do que se defender.

3. Desvie das balas

Se você se encontrar no meio de um tiroteio, procure a proteção de uma parede ou muro. Em campo aberto, deite-se no chão e proteja a cabeça com as mãos. Não se esconda atrás de carros – balas perfuram vidros e lataria.

4. Não pise em falso

Evite circular por plantações, pastos ou terrenos baldios. Esse é o tipo de lugar em que você pode pisar em uma mina e morrer – ou perder uma perna na explosão. Tome cuidado com cercas, que podem ser eletrificadas.

 

5. Você é o que você tem

Não carregue armas – caso contrário, você perde o status de não-combatente e pode ser abatido por qualquer um dos lados. Câmeras, gravadores e binóculos devem ser evitados – ou usados com a maior discrição possível.