Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Como viver com dignidade numa prisão

O mundo dentro de uma penitenciária é bastante organizado e com leis em quase todas as áreas

Por Gabriel Pillar Grossi e Marcos Nogueira Atualizado em 26 jun 2017, 15h54 - Publicado em 30 nov 2005, 22h00

Conheça, a seguir, o que os detentos chamam de “proceder”: a cartilha de comportamento, seu código de sobrevivência. Veja alguns dos “artigos”:

1. Mantenha-se ocupado

O tédio é um dos obstáculos psicológicos mais importantes a serem superados. Por isso, tenha sempre alguma ocupação e procure trabalho. É difícil encontrar um, em razão da grande demanda e da pouca oferta. Ler, escrever ou meditar ajuda a manter o tédio mais distante.

2. Evite dívidas

Não se meta com drogas nem com nenhum tipo de tráfico, como comida ou cigarro. Contrair dívida não é bom: comprou, pagou. Seja com dinheiro, seja com a vida.

3. Seja homem

Imponha sua masculinidade, para não virar “menina”. Não é bem visto ter cabelo comprido ou orelha furada. E é importante manter atitudes reconhecidas como “de homem”.

4. Fique na sua

Não se meta onde não é chamado. Em dia de visita, não fique olhando para os lados. Quando outro preso sobe acompanhado, olhe para a parede e coloque as mãos para trás.

5. Valorize a higiene

Não deixe cair comida no chão e tome banho todos os dias se quiser tomar café da manhã. Arrume a cela logo ao acordar, respeite horários e lave as mãos antes das refeições.

6. Tenha bom humor

Saiba contar piadas sem tirar sarro de credos, raças ou de outras pessoas. Não entre para “panelinhas” e, principalmente, não se envolva com guardas nem seja dedo-duro.

 

Fonte: Humberto Rodirgues, jornalista, ficou preso por uma ano e meio e escreveu o livro Vidas no Carandiru.

Continua após a publicidade

Publicidade