Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Desigualdade social aumenta nos EUA

Americanos não ganhavam tão mal desde a década de 1970

Por Felipe Germano Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 19h00 - Publicado em 29 dez 2015, 13h00

O sonho americano, aquele que prega que se você trabalhar duro e fizer tudo direitinho será recompensado com uma vida de riqueza, pode estar morto. É o que indicam alguns estudos realizados em 2015. De acordo com pesquisadores, os Estados Unidos está ficando cada vez mais desigual.

As pesquisas apontam que isso é uma tendência crescente. A cada ano que passa a situação da desigualdade americana só cresce. A Economic Policy Institute (EPI), uma organização sem fins lucrativos, produziu um estudo que mostra justamente isso. O trabalho aponta que em valores reais, descontando a inflação, o americano médio está ganhando pior do que na década de 1970.

Ao mesmo tempo, os mais ricos estão ainda mais ricos. Baseando-se na lista dos 400 mais ricos da Forbes, a ong Institute for Policy Estudies calculou o que significa o montante de dinheiro que esse seleto grupo detém. O top 20 da lista tem quase o equivalente a metade de toda a população norte-americana (cerca de 152 milhões de pessoas). Somando o patrimônio das 400 pessoas mais ricas dos EUA, chega-se ao equivalente à US$ 2,3 trilhões de dólares – mais do que todo o patrimônio de 36 milhões de famílias americanas.

LEIA: Os 20 mais ricos do Brasil têm tanto dinheiro quanto 17 milhões de pessoas da classe média

Mas nem tudo está piorando. O estudo da EPI também aponta que pelo menos a desigualdade salarial entre homens e mulheres tem caído nos últimos 15 anos. Os salários masculinos foram se desvalorizando ao mesmo tempo em que os femininos foram ganhando valor. Mesmo assim, o salário de um homem é em média 25% superior, nos EUA, ao de uma mulher. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.