GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Em quanto tempo o Titanic afundou?

O drama do navio, tremedeira nos olhos, a ciência do garrancho. A curiosidade ímpar de nossos leitores não tem limites. Aleluia!

Edição: Felipe van Deursen Reportagem: Fronteira – Agência de Jornalismo

King of the world
Quanto tempo levou o Titanic para chegar ao fundo do mar?

Alex Estevão,
Rio de Janeiro, RJ

Não há consenso, mas estima-se que ele levou entre cinco e dez minutos para chegar lá embaixo. Raymond Lepien, do conselho consultivo da Titanic Historical Society, diz que não é possível medir com precisão a velocidade que os destroços atingiram o fundo do mar. No entanto, todo mundo sabe que na balsa improvisada para a Rose caberia o Jack facilmente. Pobrezinho.

Garrancho, uma ciência
Grafologia tem fundamento científico?

Larissa Baltazar,
São Caetano do Sul, SP

Aqui, de novo, não há consenso. Porém, a grafóloga Roberta Borrelli conta que a grafologia já foi, sim, estudada cientificamente. E não foi em qualquer buraco vendedor de diploma. Foi na badaladérrima Universidade Sorbonne, pelo pedagogo e psicólogo francês Alfred Binet. Ele analisou manuscritos de pessoas com e sem problemas mentais, buscando medir o grau de inteligência. Depois, enviou as escritas a vários grafólogos. O resultado de 80% das análises realizadas por eles coincidiu com as avaliações de Binet. E aí, você se convenceu?

Criatividade em alta
As combinações de notas musicais são finitas?

Sara Britto,
Chapecó, SC

Não! É que, em vez das sete notas, devemos pensar nos sistemas musicais. “O conceito foi inventado pelo músico grego Aristóxeno de Tarento”, diz Rubens Ricciardi, do Departamento de Música da USP. Desde a Antiguidade, houve muitos sistemas musicais, mas o que nos é mais familiar é o tonal, o do dó-ré-mi. Ele é usado para quase todas as músicas que você conhece, e, sim, possibilita combinações infinitas (assim como os outros sistemas). Então, ao ouvir músicas parecidas, saiba que a culpa não é das notas, mas do compositor. Viu, Latino?

Birita amarga
Qual a diferença entre club soda e água tônica?

Fernanda Barbosa,
São Paulo, SP

Muitas, meu bem. Thiala Colussi, engenheira de alimentos da Associação de Fabricantes de Refrigerantes, diz que água tônica é um refrigerante feito com quinino anidro, que é extraído da casca de uma planta chamada chinchona. E club soda não é água com gás, como alguns pensam. Ele leva água com gás, de fato, mas é enriquecido de sais minerais, o que faz a diferença. Em suma: água tônica vai no gim tônica, água com gás, no mojito clássico, e club soda, no aperol spritz. Um beijo.

Tremendão
Por que, às vezes, alguma parte do nosso corpo, geralmente embaixo dos olhos, treme?

Marina Oliveira,
Curitiba, PR

Isso é causado por um espasmo, uma contração muscular involuntária. “Quando tomamos muitas bebidas estimulantes ou passamos por grandes períodos de estresse, há esses espasmos involuntários”, diz Ana Cláudia Mariuchi, oftalmologista do Hospital de Olhos do Paraná. O espasmo melhora ao moderar o consumo de bebidas estimulantes, como energéticos. Ah, e sabe aquele papo de falta de potássio? Ele está envolvido com câimbras, na verdade. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. KKKKK (rindo potássio. Sacou?).