Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Maglev, trem alemão voa a partir de 1990

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h50 - Publicado em 31 out 1988, 22h00

Os 153 quilômetros entre as cidades alemãs de Hamburgo e Hanôver poderão ser percorridos já a partir de 1990 em apenas 19 minutos, pelo Maglev Transrapid, um trem que pode alcançar 483 quilômetros por hora, 1 centímetro acima dos trilhos. Silencioso, estável e não poluente, o Maglev (levitação magnética) é impulsionado por um sistema de ímãs eletromagnéticos instalados numa seqüência de pólos invertidos na parte inferior dos trilhos e na parte de baixo dos vagões, dotados de uma asa que abraça os trilhos. Quando um ímã com pólo positivo preso no vagão é atraído por outro com pólo negativo preso aos trilhos, o trem, em vez de assentar, fica suspenso. Ao contrário dos japoneses, que pretendem usar supercondutores – cerâmicas que conduzem eletricidade sem perdas – em seus trens ultra-rápidos, os alemães, desde 1979, pesquisam eletroímãs convencionais. Pelo visto, com sucesso.

Publicidade