GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Malandragem não dribla multa de trânsito

É verdade que colar um CD na parte traseira do carro evita ser pego pelo radar fotográfico de velocidade à noite?

Que nada. Em algumas cidades brasileiras virou moda pregar um CD atrás do veículo para “confundir” o radar e escapar das multas noturnas. Mas os espertinhos se dão mal. A idéia é refletir a luz do flash disparado pelo radar quando fotografa a placa. “Só que não adianta nada, não funciona”, garante o engenheiro de trânsito Flávio Murilo, da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo. “Temos muitas fotos de carros com o CD pregado na lataria. Dá para ver a placa claramente.”

Para que o reflexo ofuscasse a foto, os raios de luz teriam que bater no CD e atingir de volta, em cheio, a câmera fotográfica que faz o registro. Isso não acontece porque, ao ser refletida, a luz se dispersa.

CD na traseira é inútil

O disco não interfere no registro noturno do radar.

1. Sensores atravessados na pista registram a passagem dos carros.

2. Se o carro estiver muito rápido, a máquina fotográfica dispara uma foto com flash.

3. Os raios de luz batem no CD, mas o reflexo se dispersa e a placa é registrada com nitidez.