Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Manual: como se dar bem no Tinder?

Tá cansado de não conseguir um match? Reunimos dicas (quase) infalíveis que vão te ajudar no app de relacionamentos.

Por Rafael Battaglia Atualizado em 23 out 2019, 15h58 - Publicado em 22 out 2019, 15h02

O Tinder, hoje, é o aplicativo com o maior faturamento no mundo: dos 300 milhões de usuários, 5 milhões usam a versão paga do serviço, que dá direito a uma série de benefícios dentro da plataforma.

Mas não é preciso gastar para conseguir ser notado pelos crushes. Modificando algumas coisas aqui e ali, é possível melhorar o seu perfil. Veja algumas dicas:

1 – Na hora de montar o perfil…

Seja sincero, mas não exagere demais. A autopromoção pode fazer com que você pareça convencido. Escolha a opção de aparecer a sua ocupação e a instituição de ensino que frequentou – isso passa credibilidade para o que você for escrever na sua “bio”, que deve ser humilde e concisa. 

2 – Luz, câmera, match

Nada de fotos tremidas, escuras ou no espelho: escolha fotos claras, que não escondam o seu rosto. Preencha todos os espaços disponíveis para foto que o Tinder oferece – quanto mais melhor. Mas não escolha fotos em grupo. Integrar a conta do Instagram fará o seu perfil parecer constantemente atualizado.

Gil Tokio/Superinteressante

3 – O melhor horário para usar…

É domingo à noite. Mas o Tinder leva em conta a sua taxa de atividade: quanto mais você usa o app, maiores são as chances do seu perfil aparecer para os outros. Vale a pena ligar o app de vez em quando ao longo do dia. E não se afobe: deixe que as conversas rolem por lá por um tempo antes de migrá-las para o WhatsApp.

4 – Nada de papo furado

Continua após a publicidade

Mensagens como “Olá” e “Tudo bem?” não são nem um pouco convidativas. Para começar um chat, seja atencioso e faça referência a algo que você viu no perfil da pessoa. GIFs e emojis são ótimos para quebrar o gelo. E se nada funcionar, recorra a sites e aplicativos que dão sugestões de tópicos para conversas.

  • 5 – Use (e abuse) dos recursos

    Na versão gratuita do app, o “Super Like”, que sinaliza para alguém que você a curtiu, só pode ser usado uma vez por dia. Mas com ele, há três vezes mais chances de match, e as conversas duram 70% mais que o normal.

    Já o “Fotos Inteligente” é uma mão na roda: permite que o algoritmo do Tinder reorganize as fotos do seu perfil para que as primeiras a aparecer sejam as mais populares – e você tenha ainda mais chances. Para habilitá-lo, basta entrar nas configurações da sua conta.

    Não curte o Tinder?

    Veja outros apps de namoro com propostas curiosas

    -Hater (IOS, Android): Permite que você encontre sua cara-metade com base nas coisas em comum que vocês odeiam.

    -Wingman (IOS, Android): Nele, são os seus amigos que dão a palavra final e decidem a melhor opção de match.

    -Nerd Spell (IOS, Android): Ache um(a) nerd com os mesmos gostos que você. Se não rolar química, pelo menos é mais uma companhia para jogar RPG.

    -Pheramor (IOS, Android): Usa a análise de DNA para encontrar o par cientificamente ideal. Infelizmente, só está disponível em parte dos EUA.

    Continua após a publicidade
    Publicidade