Clique e assine a partir de 8,90/mês

Na prática

As peripécias de homens e mulheres no mundo do sexo

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h46 - Publicado em 2 fev 2013, 22h00

57. Por que dá sono depois do sexo?
Porque a amígdala, no cérebro, comanda uma descarga de endorfina para normalizar os processos hormonais depois do orgasmo. Também acontece a liberação de prolactina. Ela baixa a concentração de testosterona no sangue rapidamente nos homens e mais devagar nas mulheres, causando a sonolência. Por isso eles querem dormir e elas preferem conversar.

58. Homens peludos são mais viris?
Não. Embora a testosterona seja responsável pela distribuição corporal dos pelos na puberdade, ter um quê de Tony Ramos não garante sucesso com a mulherada. É apenas uma característica genética. “A testosterona participa do mecanismo de ereção, mas outros fatores vasculares, neurológicos e psicológicos são determinantes para um bom ou mau desempenho sexual”, explica o urologista Francisco Coutinho, membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia e responsável técnico da Clínica Salutaire, no Rio de Janeiro.

59. Por que algumas mulheres sentem vontade de fazer xixi na hora H?
Por causa do aumento da quantidade de sangue na área genital, principalmente perto do clímax, e do aumento da pressão intra-abdominal. Dependendo da posição, a bexiga, que fica próxima ao canal vaginal, pode ser pressionada durante a penetração. E aí as contrações na sua musculatura fazem a urina escapar. É normal acontecer uma vez ou outra. Se vira regra, sinal de que pode haver infecção urinária ou outro problema genital.

60. O que as mulheres falam entre si sobre a transa?

Se ele é carinhoso.
Se o beijo é bom.
Se ele é cheiroso.
Se conversaram bastante.
O que conversaram.
Se beberam alguma coisa.
Se ele tem um corpo bacana.
O tamanho do pênis.
Quanto tempo demorou
Onde rolou.
Se tinha banheira de hidromassagem.
Se tinha secador de cabelo.
Se tinha minicosméticos fofos.
Se a cama era grande.
Se tinha espelho no teto.
Que lingerie ela estava vestindo.
Onde comprou a lingerie que estava vestindo.

Continua após a publicidade

“A mulher é mais aberta a comentar detalhes da relação não para contar vantagem, como os homens geralmente fazem, mas porque faz parte do processo de socialização com as amigas”, diz a ginecologista e sexóloga Carolina Ambrogini, coordenadora do Projeto Afrodite de Sexualidade Feminina da Unifesp.

61. E os homens?

“Comi”

62. Já fizeram sexo no espaço?
Se fizeram, não contaram. E não deve ter sido fácil porque as condições não são propícias.

Pele
Os pombinhos precisam ser envolvidos com um cinturão elástico, já que a ausência de gravidade dificulta a aproximação entre eles.

Continua após a publicidade

Sangue
Há uma concentração na parte superior do corpo, dificultando a ereção e a excitação feminina.

Ossos
Sem a gravidade, eles ficam mais frágeis. Um esforço físico maior e a falta de um rigoroso preparo pode levá-los à ruptura.

Cérebro
O equilíbrio e a orientação espacial se alteram.

63. Esportistas podem fazer sexo antes de uma competição?
Sim. Sem sexo, os homens costumam ficar agressivos e correm o risco de deixar a força se sobrepor à habilidade. Já elas tendem a desenvolver irritabilidade e dificuldade de concentração. “O problema é que escolhem o período noturno para fazer e perdem horas de sono preciosas, o que prejudica o desempenho físico”, explica Paulo Roberto Correia, doutor em neurofisiologia pela Unifesp.

Continua após a publicidade

64. Quantas calorias são gastas no sexo?
Em uma hora, com direito a preliminares e variação de posições, de 400 a 700 calorias. Homens tendem a queimar mais do que as mulheres porque têm mais massa muscular. Se ela estiver por cima, apoiando os pés na cama e usando a força das coxas para subir e descer, chega a queimar 100 calorias em 10 minutos, o mesmo gasto em uma corrida. Se for ele quem faz o esforço, gasta 120. A masturbação mútua pode queimar 60 calorias, e o sexo oral, de 40 a 50.

65. Qual a velocidade dos quadris durante a transa?
Os pesquisadores ainda não se dispuseram a estudar isso, mas vamos considerar um cálculo bem básico, pegando (ops) como exemplo um pênis de 13 centímetros. Durante a penetração, o intervalo de deslocamento é de aproximadamente metade do órgão: 6,5 centímetros na ida e mais 6,5 na volta. Digamos que, no momento da empolgação máxima, chegue-se a 5 movimentos por segundo, o que dá 0,2 segundo. A velocidade então será de 65 centímetros por segundo, podendo variar de acordo com o tamanho e o preparo físico.

66. Mulher consegue fingir virgindade?
Algumas têm o hímen complacente, que é mais elástico e pode não se romper nunca, só no parto normal. E existe a cirurgia de reconstrução, chamada de himenoplastia, com retalho do próprio corpo – ele se rompe e sangra com a penetração. É um recurso usado na recuperação de vítimas de abuso sexual, por exemplo. As pacientes passam por avaliação médica e psicológica antes para verificar por que querem se submeter a ela.

Publicidade