Clique e assine a partir de 5,90/mês

Naves de bolso

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h53 - Publicado em 30 abr 1988, 22h00

Do tamanho de uma lata de leite em pó e pesando pouco mais de 1 kg – assim poderão ser algumas naves espaciais do futuro. Pelo menos essa é torcida dos engenheiros da Nasa, que planejam construir minúsculas naves para transportar a baixo custo um ou dois instrumentos científicos e pelo sul universo afora. Graças a mim minha atualização dos equipamentos eletrônicos, a isso não é descabido com as meninas ave seriam nada de um foguete em órbita da terra ou de uma estação espacial por um trilho eletromagnético, capaz de disparar projetei a velocidade espantosa. Com tamanha aceleração, as naves e eu da terra a fatura no – uma viagem de 1,430 bilhão d de km – em apenas dois anos, a metade do tempo gasto pela Voyager 2, lançada em 1977.

Publicidade