GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O projeto mola

Brinquedo que ajuda a aprender arquitetura bate recordes de arrecadação - e se torna o maior projeto de financiamento colaborativo no Brasil

Marcos Ricardo dos Santos

Márcio Oliveira tinha uma dificuldade quando fazia faculdade de arquitetura: compreender plenamente as estruturas dos edifícios que estudava. Era tudo meio abstrato, fórmulas, equações e desenhos. Ele teve a ideia de criar um brinquedo que permitisse enxergar isso na prática. Nascia o Mola Structural Kit, que foi inscrito no site Catarse (catarse.me/pt/mola), principal plataforma de financiamento coletivo no Brasil. Até a conclusão desta edição, o projeto havia arrecadado R$ 312 mil – seis vezes a sua meta. E ainda faltava um mês para o encerramento das doações, ou seja, o número final deverá ser ainda maior. O Mola bateu com folga todos os recordes do Catarse, que existe desde 2011 e já viabilizou mais de 1.200 projetos. Geralmente, são iniciativas culturais (livros, discos, reportagens), não produtos físicos como o Mola. “O financiamento coletivo de produtos não era comum no Brasil”, diz Felipe Caruso, diretor de comunicação do site. Márcio ficou quatro anos trabalhando no kit, que rendeu até tese de mestrado. São 121 peças que podem ser usadas para montar modelos de vários tipos de construção e entender como reagem a elementos como vento e peso. “Ele facilita a visualização das estruturas, que são muito abstratas”, explica. É possível doar qualquer quantia, mas só quem der R$ 350 ou mais receberá o produto, cuja entrega está prevista para abril de 2015.