GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O que acontece no corpo de quem disputa uma supermaratona?

Anna Virginia Balloussier

Júlio Verne fez o homem dar a volta ao mundo em 80 dias. Caso seguisse a circunferência da Terra no Equador, Alexandre Ribeiro só precisaria de 71. Tricampeão mundial da supermaratona Ultraman, ele venceu a competição em 2008 percorrendo 515 quilômetros em 22 horas.

Dividida entre natação, ciclismo e corrida, a prova chacoalha o organismo até dos mais preparados (ver quadro Corrida Maluca). Mas todo o treinamento e disciplina do mundo não bastam se o atleta não tem a seu favor 3 letrinhas: DNA. “Quer ser um grande atleta? Escolha seus pais”, afirma Alexandre Coimbra, especialista em medicina do esporte. Exemplo: uma pessoa normal consegue metabolizar 40 mililitros de oxigênio a cada minuto na contração de músculos; um supermaratonista processa o dobro de energia.

Os ultramen têm em média 40 anos. Para o tricampeão Alexandre, 44, “na primeira dificuldade, o novato, que não sabe o que o espera, nunca viveu aquilo, liga a seta para a direita e para. Pede pinico”. Ou seja, além de um corpo são, a prova exige um mente saradíssima.

Corrida maluca
Disputar supermaratona emagrece, envelhece, dói e pode machucar

Natação
São “só” 10 quilômetros, sem riscos de lesões. Mas é preciso controlar o ritmo para não morrer na praia.

Água fria é fatal. Mas no Havaí fica em torno de aprazíveis 25 C.

O maiô de borracha evita atrito, mas esquenta, causando desidratação.

Cãibra
É evitada com bons estoque de potássio, sódio e glicose, conseguidos com alimentação balanceada.
Haja Fôlego

O pulmão processa todo o O2 que consegue para dar um gás nos músculos.

Barato natural
O organismo estimulado produz endorfina, que acalma a dor e engana o cérebro.

Gasto de energia – 1 630 calorias = 180 cal – pastel + 105 cal – banana + 200 cal – Toddynho + 560 cal – Big Mac + 120 cal – 12 azeitona + 465 cal – 3 lata de Coca-Cola

Ciclismo
A etapa mais longa é a que menos aquece o corpo: cortesia da brisa. Mas é preciso ter cuidado com as pedras no caminho.

Ventos de 35 a 70 km/h

90% das quedas da prova

75% das lesões da prova

De berço

O metabolismo superdotado dos maratonistas surge nesta hora, garantindo potência muscular.

Guarda baixa

O esforço mina o sistema imunológico, e infecções nasais fazem a festa.

Ração racional

Digerir cansa: só rola comer barra proteica e carboidrato em gel, que vão direto para a corrente sanguínea.

Gasto de energia – 11 500 calorias = 700 cal – 10x polenguinho + 3 200 cal – 20x linguiça + 3 200 cal – 20x burger + 1 300 cal – 10x pão + 1 100 cal – 10x ovo frito + 2 000 cal – 11x chope

Corrida
A etapa saideira é a que mais exige: o corpo está pedindo arrego. Músculo, ossos e pés são mais cobrados.

Ao final da prova, cada joelho sofreu o impacto de 1 tonelada

Não há prêmio em dinheiro. O ultramen ganha um troféu, uma camiseta e, claro, aplausos.

Muito foco
Os corredores comparam a concentração necessária com a de um militar na guerra: há uma estratégia a ser seguida, e qualquer distração é fatal.

Eu bebo, sim
Isotônicos são a pedida: equilibram a pressão arterial, a transmissão nervosa e o metabolismo celular.

Juntas
As articulações estão pedindo descanso. As mais exigidas, por ordem, são: coluna / quadril / joelho / tornozelo

Gasto de energia – 5 520 calorias = 1 200 cal – 2x sonho + 800 cal – 20x chocolate bis + 2 400 cal – pizza de mussarela + 220 cal – coxinha + 415 cal – casquinha de siri + 485 cal – bife à parmeggiana

Uma verdadeira maratona

Saiba como o triatleta Alexandre Ribeiro foi tricampeão do Ultraman em 2008

Marombeiros do Havaí
A prova dura 3 dias e ocorre na ilha que batiza o arquipélago.

Melhor que livro
No pique da prova, o brasileiro daria a volta ao mundo em 71 dias.

Ferrugem
A prova turbina o estresse oxidativo, que pode acelerar o envelhecimento.

Vovôs garotos
Os ultramen têm entre 35 e 45 anos. Eles dizem que só a idade dá a mente necessária para vencer.

Quase lá

Dura pouco quem dá tudo de si. A estratégia é manter 75% do potencial.