Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Quarentena: enguias de aquário no Japão esqueceram que humanos existem

Os cuidadores do Aquário Sumida (sim, é piada pronta) pedem que as pessoas façam videoconferências com os animais.

Por Maria Clara Rossini - Atualizado em 5 Maio 2020, 16h20 - Publicado em 5 Maio 2020, 16h03

Se você está seguindo o isolamento social à risca, talvez esteja esquecendo como é interagir com outros humanos pessoalmente. Não é só você: as enguias que moram em um aquário de Tóquio também. Elas se desacostumaram à presença humana, e agora morrem de medo quando seus cuidadores se aproximam.

O Aquário Sumida (dispensa trocadilhos) está fechado desde o dia primeiro de março. Desde então, as únicas pessoas que circulam pelo local são alguns poucos funcionários. Em condições normais, um visitante que olhasse para o aquário das enguias veria vários animais compridos como cobras, com metade do corpo para dentro da areia e metade para fora. Elas ficam distribuídas pelo piso do tanque como se fossem grama no chão de um jardim. Dá para ver o comportamento na foto ali em cima. 

Agora que estão vivendo sozinhas durante a maior parte do tempo, as enguias perderam o hábito de interagir conosco e passaram a se esconder sempre que um funcionário passa perto do aquário, como mostra o vídeo abaixo.

Continua após a publicidade

お願い人間のこと思い出して!「緊急開催!チンアナゴ顔見せ祭り!」

明日開催!!人がいないことに慣れてしまったチンアナゴ。近づくだけで穴に潜ってしまい、飼育スタッフが「元気かどうか」の確認が難しく困っています。みなさんの顔見せで、人間の存在を思い出すようご協力ください。https://www.sumida-aquarium.com/news/details/2236/#休園中の動物園水族館

Posted by Sumida Aquarium on Saturday, May 2, 2020

Esse é um comportamento comum para as enguias na natureza, afinal, elas não querem virar almoço de nenhum predador. No entanto, os animais do Aquário de Sumida já haviam percebido que os humanos do outro lado do vidro são inofensivos, e ficavam fora do esconderijo na maior parte do tempo. Essa timidez inédita impede os veterinários de monitorar a saúde das enguias. 

Continua após a publicidade

A solução adotada em Sumida ;e a mesma que nós, humanos, usamos para manter contato uns com os outros: chamadas em vídeo. Nas redes sociais, os cuidadores pediram para que as pessoas ligassem para mostrar os rostos, acenar e conversar com os animais – mas sem elevar muito a voz, para não assustar os bichinhos. O Aquário usou a hashtag #PleaseRememberHumans (“por favor lembrem dos humanos”) para incentivar as pessoas no Twitter.

Os funcionários posicionaram cinco IPads em frente ao aquário para receber chamadas por FaceTime, mas eles não deram conta de atender todos os interessados. Do dia 3 ao dia 5 de maio, as enguias receberam mais de 200 milhões de ligações do mundo todo. 

As ligações ocorreram das 10h às 14h no horário de Tóquio ao longo desses três dias. Os funcionários orientaram que cada participante ficasse apenas cinco minutos na chamada para dar chances às outras pessoas, mas, mesmo assim, muita gente ficou de fora. Por enquanto, elas não estão mais aceitando ligações, mas o aquário diz que as enguias já começaram a perder a timidez.

Publicidade