Clique e assine a partir de 8,90/mês

Talheres

Usar garfo erasinal de desrespeito ao alimento

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h45 - Publicado em 31 ago 2006, 22h00

Primeiro surgiu a faca – ou algo parecido com ela. Há 1,5 milhão de anos, nossos antepassados se viram diante da necessidade de elaborar ferramentas para caçar e cortar os animais. Aos poucos, foram desenvolvendo o utensílio, mas passaram outros milhares de anos comendo sem a ajuda dele, com as mãos.

A colher apareceu muito tempo depois. Feita de madeira, pedra ou marfi m, era utilizada como instrumento de uso coletivo durante as refeições, como mostram registros arqueológicos da Pré-História. Na Roma antiga, já se conhecia um instrumento parecido com o garfo. Foi uma princesa do Império Bizantino que, ao casar com um nobre de Veneza, levou com ela para a Europa seu garfo de uso pessoal. A sociedade escandalizou-se e considerou o objeto um excesso de refi namento. A moça recebeu repreensões do clero, que achou o garfo um desrespeito ao alimento. Só cinco séculos depois é que as mais altas classes européias aderiram ao costume. No século 19, fi nalmente caiu no gosto popular. Apesar de ter modifi cado o comportamento da sociedade ocidental, os talheres ainda hoje não são usados por muitos povos. No Marrocos, todos comem no mesmo prato, pegando o alimento com as mãos e com a ajuda do pão. Muitos povos há milênios preferem usar os famosos pauzinhos ou, em japonês, hashi.

Publicidade