Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Um casal que esteja decorando a casa vai brigar 72 vezes, diz este estudo

Na hora de escolher a cor do sofá da nova casa, não tem saída: é provável que você gaste 216 horas discutindo sobre isso.

Por Rafael Battaglia Atualizado em 16 dez 2019, 16h07 - Publicado em 29 nov 2018, 19h43

Casais permanecem unidos até que a morte os separe – ou até a hora de escolher o piso da cozinha.

Decorar a casa recém-comprada ou alugada pode render mais discussões do que parece. É o que indica uma pesquisa divulgada nesta semana pela loja de móveis online Article, que realizou, em parceria com a empresa de pesquisas de marketing One Poll, uma enquete com 2 mil adultos americanos para entender os hábitos de consumo – e a frequência das brigas.

Ao que parece, decidir qual a cor do sofá da sala ou que tipo de tapete combina com a toalha do banheiro são incitadores de discussões quase tão eficientes quanto se atrasar para um compromisso ou ter que lidar com a família do seu cônjuge. De acordo com a pesquisa, casais brigam, em média, 72 vezes por conta disso. É o equivalente, segundo o estudo, a 216 horas de bate-boca.

  • Casais inteligentes compram separados

    Vale dizer que, quando o assunto é decoração, tudo é levado em conta: até a hora de cotar e estimar preços pode render conversas mais acaloradas. Segundo o estudo, das 72 discussões contabilizadas pela pesquisa, apenas oito acontecem em lojas de decoração e construção. O restante está distribuído da seguinte forma: 15 acontecem dentro da casa a ser decorada; 10 irão ocorrer especificamente na frente de um amigo ou familiar e quatro serão em um avião. As 35 restantes acontecem em diversos lugares, como em parques ou na rua.

    Tendo em vista esses momentos desagradáveis, 15% dos casais entrevistados já sacaram o problema e preferem não fazer compras do tipo com o companheiro. Além disso, más experiências anteriores fizeram com que 58% deles deixassem de expressar suas opiniões a fim de evitar dor de cabeça.

    Continua após a publicidade
    Publicidade