Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Vida na Terra pode ter vindo do espaço

Nave encontra o aminoácido glicina, um elemento que foi essencial para o surgimento dos seres vivos, em cometa a 390 milhões de km da Terra

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h46 - Publicado em 19 mar 2011, 22h00

A espaçonave Stardust, que percorreu 4,5 bilhões de quilômetros (11,7 mil vezes a distância entre a Terra e a Lua), pode ter trazido a explicação para a origem da vida na Terra. A nave interceptou o cometa Wild 2, e nele encontrou uma pequena quantidade de glicina – um aminoácido essencial para o surgimento dos seres vivos no planeta. “A nossa descoberta sustenta a teoria de que alguns dos ingredientes da vida se formaram no espaço, e foram trazidos à Terra por cometas e meteoritos”, afirma a astro-bióloga Jamie Elsila, da Nasa.

Ou seja: todos os seres vivos, humanos inclusive, seriam em parte alienígenas. Essa tese, que se chama panspermia, nunca foi um consenso entre os cientistas – e era encarada com ceticismo dentro da própria Nasa, que está estudando as partículas há dois anos, mas só agora divulgou os resultados. E outro estudo publicado neste mês está incendiando de vez a discussão sobre a origem da vida. De acordo com simulações feitas pela Universidade do Colorado, uma chuva de asteroides que bombardeou a Terra há 3,9 bilhões de anos pode ter estimulado a vida no planeta – pois o impacto dos asteroides teria criado zonas extremamente quentes, ideais para a proliferação de determinados tipos de bactéria.

Publicidade