Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Voos que cruzam o Atlântico em três horas podem voltar

Aviões supersônicos de nova geração prometem ser mais silenciosos

Por Lucas Agrela, de EXAME. com 21 nov 2017, 13h03

Os voos comerciais em aviões supersônicos podem voltar em breve. A companhia Boom Supersonic recebeu 76 pedidos de sua aeronave supersônica chamada Boom XB-1. As informações são do site The Market Mogul.

A Boom Supersonic está em fase de conversas com 20 companhias aéreas. Em 2018, a empresa vai testar uma versão menor do XB-1 e espera estar no mercado em 2025.

O avião seria capaz de atravessar o oceano Atlântico em três horas e 15 minutos, em um trajeto de Londres a Nova York. Ele pode viajar com velocidade de até 2.715 km/h e oferece 55 lugares para passageiros.

Sua velocidade de cruzeiro é Mach 2,2 (Mach 1 é a velocidade do som). Com isso, ele é mais veloz do que o Concorde, que viajava a Mach 2.

Os aviões supersônicos são conhecidos pelos altos preços de passagens e pela explosão supersônica que gera um alto barulho e incomoda quem mora abaixo da rota de voo–podendo até quebrar vidraças. Já as novas aeronaves supersônicas da Boom Supersonic serão mais silenciosas do que o Concorde, de acordo com a fabricante.

Desde o último voo do Concorde em 2003, os voos comerciais de supersônicos não são mais oferecidos. Em 2000, um acidente com o Concorde matou 113 pessoas, o que ajudou a reduzir a demanda por esse tipo de voo.

Richard Branson, bilionário dono da Virgin, é um dos investidores do avião supersônico comercial.

 

Este conteúdo foi originalmente publicado em EXAME.com

Continua após a publicidade

Publicidade