Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

A ciência imita a arte

Crítica do livro Contato, de Carl Sagan

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 18h45 - Publicado em 14 out 1999, 22h00

A astrônoma Eleanour Arroway só existiu na ficção. Mas foi graças a ela que os cientistas começaram a encarar a sério a possibilidade de viajar no tempo. Arroway é personagem do livro Contato, do astrônomo Carl Sagan (1934-1997), transformado em filme por Robert Zemeckis (com Jodie Foster no papel principal). No filme, ela recebe de uma avançada civilização extraterrestre instruções para construir uma máquina capaz de viajar no hiperespaço – por um buraco de minhoca. Quem deu a idéia a Sagan foi justamente o físico Kip Thorne. O escritor havia pedido a ele uma solução verossímil para uma viagem no tempo. Thorne fez os cálculos e descobriu que os buracos de minhoca poderiam resolver o problema.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.