GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Afinal de contas, quem é Shazam?

Escolhemos quatro fatos para você conhecer melhor a história do personagem que roubou a cena na San Diego Comic Con

Todo mundo esperava pelo trailer de Aquaman ser exibido na San Diego Comic Con, mas foi o bom humor do Shazam que acabou roubando a atenção da galera. A história de Billy Batson, um garoto órfão que vira um super-herói adulto sempre que grita “Shazam” conquista a nossa imaginação e simpatia com facilidade. Mesmo assim, ele não ainda não faz parte do panteão de personagens mais conhecidos do grande público. Por isso, separamos alguns fatos legais para conhecer um pouco mais do super-herói.

 

O seu nome original era Capitão Marvel

Não se trata de nenhum trocadilho com a empresa concorrente. O herói foi criado antes da Marvel Comics existir, pela Editora Fawcett. O seu nome vinha da palavra “marvelous” que significa algo como “maravilhoso”. Em 1941, os quadrinhos do herói ficaram tão populares que começaram a rivalizar com os títulos mais vendidos da DC, que deu o troco processando a Fawcett por plágio. Segundo eles, tanto o uniforme quanto os poderes do Capitão Marvel eram parecidos demais com os do Superman e, por isso, tratava-se de um plágio.

A briga judicial durou 12 anos e levou a Fawcett à falência. Em 1953, os direitos do herói foram adquiridos pela DC, que resolveu mudar o nome dele para Shazam, palavra que o personagem gritava sempre que se transformava. Isso aconteceu, principalmente, porque à época a Marvel já tinha o seu próprio Capitão Marvel, com revista própria e tudo mais.

“Shazam” é um acrônimo

O grito de guerra tem lá o seu sentido. Trata-se da união da primeira letra do nome de personagens de diversas mitologias: Salomão, Hércules, Atlas, Zeus, Aquiles e Mercúrio. A palavra mágica faz com que ele tenha a sabedoria de Salomão, a força de Hércules, o vigor de Atlas, o poder de Zeus (por isso você o vê recarregando celulares com pequenos raios elétricos no trailer), a coragem de Aquiles e a velocidade de Mercúrio.

Quem lhe concedeu os poderes foi o Mago Shazam, que protege a Terra dos sete inimigos mortais (que podem aparecer no filme) e procurava alguém de bom coração para transformar em um super-herói.

Ele vive caindo na porrada com o Superman

Shazam é literalmente uma criança grande, o que faz com que tenha algumas atitudes inconsequentes e imaturas. Quem não gosta nada disso é o certinho Superman, que se irrita só de pensar que ele pode manchar o nome da Liga da Justiça com a suas presepadas. Junte isso ao fato de Billy Batson não ser muito ligado a ouvir sermão e ser um dos únicos heróis do universo DC capaz de peitar o homem de aço na força bruta: o resultado é uma série de batalhas épicas entre os dois personagens nos quadrinhos. E, acredite, muitas vezes é o Shazam que sai ganhando na pancadaria.

Uma das mais icônicas acontece na animação Liga da Justiça: Sem Limites, quando Shazam declara apoio à candidatura de Lex Luthor à presidência dos EUA. Clarck Kent ficou possesso e a briga destrói parte da cidade.

Seu arquinimigo será interpretado por The Rock

Adão Negro é um vilão que ocasionalmente ocupa o posto de anti-herói. Ele foi escravo no antigo Egito quando ganhou os poderes da mesma forma que Billy Batson. Inicialmente, ele desejava fazer o bem, mas logo se entregou para o lado do mal e como punição foi isolado em uma dimensão paralela.

Dwayne Johnson, conhecido como The Rock, foi o escolhido para o papel, mas não aparecerá neste filme. Em vez disso, o estúdio optou por filmar um longa apenas do Adão Negro para ser lançado em 2020 e só então lançar uma sequência unindo os dois. A ideia é surfar na popularidade de The Rock e garantir uma continuação de Shazam mesmo que o primeiro filme não vá lá tão bem de bilheteria.