GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Conheça a Grant School, escola que foi cenário de vários filmes e séries

Por lá passaram também Freaks and Geeks, As Patricinhas de Beverly Hills e até The Office. Quem nunca pensou como seria estudar num lugar assim?

A cena é mais do que comum. Você coloca um filme ou episódio de série para assistir, olha todos aqueles adolescentes em meio a armários e campos de futebol americano e se pergunta: como será que é estudar em uma escola dos EUA?

Há uma infinidade de produções de Hollywood cujo coração da trama (ou pelo menos parte dela) gira em torno do colégio. Existe até um nome para esse gênero: são os coming of age – histórias que retratam o amadurecimento e a passagem da adolescência e da vida adulta. Pode ter certeza: boa parte deles vai se passar, em algum momento, dentro da sala de aula.

Mas onde esses filmes são filmados? Muita coisa que vemos na tela, claro, foi feita em estúdio. Mas usar escolas de verdade como locação para essas produções é um recurso bastante utilizado.

É o caso da Ulysses S. Grant High School, que fica em Valley Glen, nos arredores de Los Angeles. Criada em 1959 e com cerca de 2000 alunos, o nome do colégio vem de um presidente que governou os EUA entre 1869 e 1877. Mas esse não é seu detalhe mais importante. Afinal, não é raro vê-la como cenário de alguma filmagem.

 (Reprodução/Wikimedia Commons)

Por estar próxima a Hollywood, a Grant se tornou uma das queridinhas dos estúdios de cinema. Ela apareceu recentemente como a escola de Euphoria, série da HBO, por exemplo. Pelo Instagram, um dos atores da série, Jacob Elordi, publicou um vídeo das gravações em pleno horário de aula.

Aqui vai uma lista de outras produções em que ela figurou: As Patricinhas de Beverly Hills, Freaks and Geeks, American Vandal, Malcolm, Uma Galera do Barulho, The Secret Life of an American Teenager, The Office e Amor à Toda Prova. Ah, e quatro temporadas de Power Rangers.

 (Divulgação/Getty Images)

A escola recebe equipes de filmagem desde os anos 1960, quando foi palco de alguns filmes e programas de TV.

Além da boa localização, Grant possui uma fachada fotogênica: está localizada em uma rua larga e plana, com uma grande área arborizada na frente. Além disso, o colégio tem tradição com o audiovisual em produções dos próprios alunos, e muitos deles acabaram seguindo o caminho das artes.

 (Divulgação/Reprodução)

Tá no papel

Mesmo que você fosse à Grant, porém, ou qualquer escola usada como locação, talvez não tivesse a sensação tão clara de estar em uma série de TV. Isso se deve à magia da edição: um colégio da ficção pode ser formado por mais de um colégio da vida real.

A sala de aula fica em um, os corredores em outro e assim por diante. O set de Grease: Nos Tempos da Brilhantina, por exemplo, era uma compilação de três locações diferentes.

Além disso, quem opta por gravar em escolas de verdade precisa seguir uma série de regras. O jornal Los Angeles Times publicou, em 1987, uma interessante reportagem sobre os pedidos que a Secretaria de Educação do Condado de Los Angeles recebia dos estúdios. O mais legal: ainda dá para ler o texto, que pode ser encontrado no site da publicação.

Na época, o governo recebia até dois pedidos de autorização por semana – no verão, quando os alunos estão de férias. Era preciso ter um seguro de US$ 1 milhão para cobrir eventuais danos nas escolas. Era preciso também pagar a diária da locação, que variava entre US$1.000 e US$ 2.500.

Entre 1985 e 1986, o distrito de Los Angeles ganhou mais de US$273 mil com isso. A grana era investida em melhorias na infraestrutura das escolas.

Mas mesmo com todo esse sistema, não era todo mundo que conseguia. Certa vez, como conta a reportagem, um representante de Steven Spielberg ligou para a prefeitura procurando por uma escola. Ela precisaria estar surrada e em más condições. O diretor ouviu um sonoro não. Com um certo orgulho, o funcionário encarregado daquilo disse que nenhuma escola atendia a essa demanda.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s