Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Descubra a origem do botão Curtir, do Facebook

Saiba mais sobre o ´dedão em riste´ usado na rede social de Mark Zuckerberg

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 19h00 - Publicado em 14 Maio 2012, 22h00

Rodrigo Ortega

Curtir

1. Like.

2. Botão usado no Facebook para elogiar um post na rede social.

Continua após a publicidade

3. Lançado em 2009, por pouco seu nome não foi o grandiloquente awesome button. Felizmente, o like venceu. Já o dedão em riste foi escolhido como símbolo por se familiarizar com o poke (cutucar), que é representado por um dedo indicador. Ou cutucador.

Origem
O StumbleUpon, ferramenta de busca lançada em 2001, já tinha o termo I like it e um polegar para curtir links. Em 2007, outro site, o Friendfeed, criou um botão com o mesmo nome e funcionamento do Curtir. A empresa foi comprada por Mark Zuckerberg em 2009.

Outros usos
Dedão para cima não é sinal positivo universal. No Oriente Médio, pode ser considerado um insulto como o nosso dedo do meio em riste. Mesmo assim, o botão Curtir nesses países é igual ao dos outros lugares. O Facebook cogitou o Descurtir em 2007, mas ainda não o lançou, apesar dos apelos dos mal-humorados.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.