GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Games: Boeing em casa

A vida secreta dos amantes de simuladores de vôo

Fabiano Onça

Adriano Coelho da Silva é motorista particular de dia. À noite, ele é o comandante Drico, piloto de Boeing 747. Suas noitadas mais animadas são as de sextas: por volta das 22 h, ele dá boa noite para a esposa e decola para Paris. O vôo dura 11 horas. Drico é parte de uma tribo das mais exigentes, a de fãs de simuladores de aviação civil . “Esses jogos são o que existe de mais detalhista no universo da simulação”, diz Fabio Pancheri, editor de games do site UOL. Com acesso aos sistemas de bordo, é possível pilotar por instrumentos, reproduzir rotas e conversar com pilotos por rádio. A coisa é tão séria que existem até torres de controle, operadas por pessoas tão atarefadas como as que ficam no aeroporto de Congonhas. “Cuido de até 30 aviões ao mesmo tempo. Se errar, coloco em risco a segurança de vários vôos”, diz José Olyntho, de dia, engenheiro; à noite, controlador de vôo virtual.

José Olyntho

É um dos mais experientes instrutores de pilotos virtuais. Toda quarta-feira à noite ele vai à base aérea virtual de Pirassununga para treinar pilotos novatos.

Qual a graça desse universo da simulação?

Voar é extremamente charmoso. Equipamentos, uniformes, aeromoças, tudo é emblemático. A simulação nos permite realizar esse sonho de dominar os céus a baixo custo e sem sair de casa.

É possível simular em condições reais de vôo?

Sim. Os vôos são feitos com as condições meteorológicas do local (ventos, turbulências, chuva) e enxergando a paisagem real. Você escolhe um avião idêntico aos reais, envia plano de vôo, pede autorização de pouso e decolagem para um controlador que o acompanha na tela do radar.

Em caso de emergência, um praticante de simulação teria condição de pousar um avião?

Cabe às autoridades determinar quem assume a aeronave em caso de ausência dos pilotos. Mas alguém com experiência em simulação pousaria o avião tranqüilamente.

Para voar na rede

1. Compre o simulador Microsoft Flight Simulator 2004 – A Century of Flight (R$ 100, em média). No game, dá para pilotar vários tipos de avião.- Cessna 172 e 182: bons para iniciantes, porque têm poucas parafernálias.- DC-3: usado durante a 2ª Guerra para transportar tropas, fazia a rota Rio-SP na década de 1950.- Boeing 747-400: o popular Jumbo voa 13 570 km sem escalas.

2. Entre no site da Vatsim Brasil, cadastre-se e baixe os softwares de apoio para jogar em rede http://www.vatsim.com.br.

3. Se quiser ficar craque, vá até Pirassununga e procure o treino (gratuito) de José Olyntho. A página dele na internet: http://www.jo.eng.br.