Clique e assine a partir de 5,90/mês

Livro da semana: “Armas, Germes e Aço”, de Jared Diamond

_

Por Bruno Vaiano - Atualizado em 29 jul 2020, 20h19 - Publicado em 23 jul 2020, 20h03

“Armas, Germes e Aço” | clique aqui para comprar

Por que falamos português? Porque os portugueses colonizaram o Brasil.

Por que foram os portugueses que colonizaram nosso território – e não os nativos brasileiros que tomaram a Europa? Bom: os portugueses tinham armas mais eficazes, navios capazes de realizar viagens transoceânicas e uma série de outras vantagens tecnológicas.

Mas por que os portugueses tinham mais tecnologia? Se todos os seres humanos são iguais – se temos todos cérebros idênticos, domínio da linguagem e um potencial similar para a criatividade, por que inovações como a agricultura, a pecuária, a escrita e a metalurgia chegaram em momentos diferentes (ou, às vezes, simplesmente não chegaram) aos vários povos que já habitaram o planeta?

Não há causas inatas por trás disso. Os geneticistas derrubaram há muito tempo as falácias da eugenia e outras suposições perigosas sobre superioridade racial que levaram aos horrores do Holocausto.

Continua após a publicidade

Assim, neste clássico da divulgação científica, o biólogo e antropólogo Jared Diamond busca as causas da assimetria em outro lugar: a geografia dos continentes.

Ao longo de 440 páginas, Diamond defende com clareza impecável a hipótese de que o clima e os animais e plantas disponíveis a cada grupo étnico 10 mil anos atrás – bem como a orientação dos territórios que ocupavam em relação aos pontos cardeais – desencadearam a sequência de fatos históricos que moldou o mundo atual.

Esse foi o terceiro dos #SuperLivros. Todos os domingos, a SUPER vai recomendar uma obra que inspira nossos redatores a escrever o conteúdo que você acompanha na revista impressa, no nosso site e nas redes sociais. 

 

#SuperLivros | Conheça nossas outras recomendações.

Continua após a publicidade
Publicidade