Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Naufrágio lucrativo

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h58 - Publicado em 31 out 2004, 22h00

Tudo é superlativo em Titanic (1997), a começar pelo seu custo de produção: 200 milhões de dólares – o filme mais caro de todos os tempos. A história sobre o mais famoso naufrágio foi o primeiro a ultrapassar a marca de 1 bilhão de dólares de receita: no total, faturou 1,8 bilhão de dólares. Foi também o filme que mais tempo ficou em cartaz nos Estados Unidos: 281 dias.

Devido aos problemas na fase de produção, Titanic parecia condenado ao fracasso. O estressado diretor James Cameron teve inúmeras brigas com produtores e atores, inclusive com os dois protagonistas, Leonardo Di Caprio e Kate Winslet. A atriz inglesa pediu uma folga e, como não foi atendida, teve de apelar para seus advogados, que arrumaram um atestado médico alegando estafa. Di Caprio, por sua vez, não escondia de ninguém que gostaria de afogar o diretor no tanque d’água construído para as filmagens no México.

Com o dinheiro gasto para rodar Titanic daria para fazer cerca de 60 filmes como Olga, de Jayme Monjardim, o candidato brasileiro pré-selecionado para disputar o Oscar em 2005

Publicidade