GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Nível de inglês no Brasil é pior que na Nigéria e no Vietnã

Distrito Federal, Rio Grande do Sul e Paraná são os estados onde melhor se fala inglês no país.

O Brasil caiu da 40ª para a 41ª posição em novo ranking de proficiência em inglês divulgado recentemente pela EF Education First, empresa especializada no ensino de idiomas. Com essa classificação, o país se enquadra na categoria de “baixa proficiência” na língua.

A queda do Brasil foi registrada apesar de termos obtido uma nota (51,92) um pouco acima da registrada no ano passado (50,66). Com a nota, ficamos atrás de países como Nigéria (31º) e Vietnã (34º), e em último lugar entre os BRICS.

Feito anualmente, o estudo avaliou mais de 1 milhão de adultos que não têm o inglês como idioma nativo. Foram aplicados testes online de gramática, leitura e compreensão em mais de 80 países e territórios.

Desde a criação do ranking, o Brasil sempre esteve no grupo de proficiência “baixa” — exceto em 2012, quando caiu para a categoria “muito baixa”. Para alcançar o grau “moderado”, o país precisaria subir quase dois pontos no índice.

Estamos em 4º lugar na América Latina — que ainda está abaixo da média global, apesar da melhora no desempenho da Colômbia e do Panamá. Apesar de ter obtido uma pontuação inferior à do ano passado, a Argentina é a melhor da região nesse quesito.

Embora o Brasil tenha sido enquadrado na categoria de “baixa proficiência”, nem todas as regiões foram tão mal no teste. O Distrito Federal obteve a melhor nota do país (53,73), com nível de domínio considerado “moderado”, assim como Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo e Santa Catarina.

O Mato Grosso ficou com a pior nota entre os estados brasileiros (45,40), quase dois pontos abaixo do Amazonas (47,23), penúltimo colocado do ranking nacional.

Veja a seguir a comparação entre 18 das 27 unidades federativas que entraram na avaliação. Os estados ausentes na lista não tiveram a quantidade mínima de participantes para ter relevância estatística:

UF Pontuação Faixa de proficiência
Distrito Federal 53,73 Moderada
Rio Grande do Sul 53,06 Moderada
Paraná 52,94 Moderada
São Paulo 52,89 Moderada
Santa Catarina 52,6 Moderada
Mato Grosso do Sul 52,48 Baixa
Rio de Janeiro 52,21 Baixa
Minas Gerais 51,03 Baixa
Ceará 50,89 Baixa
Maranhão 50,88 Baixa
Pernambuco 50,56 Baixa
Espírito Santo 49,96 Baixa
Paraíba 49,18 Baixa
Pará 48,5 Baixa
Rio Grande do Norte 48,45 Muito baixa
Bahia 48,42 Muito baixa
Goiás 48,24 Muito baixa
Amazonas 47,23 Muito baixa
Mato Grosso 45,4 Muito baixa

Ranking geral

Na comparação global, o 1º lugar ficou com a Holanda, cujo grau de proficiência é avaliado como “muito alto”, enquanto o último ficou com o Laos, cujo grau de domínio do idioma é considerado “muito baixo”.

A Europa lidera o ranking, com 8 países nas 10 primeiras posições. Já o Oriente Médio concentra os países com pior desempenho no teste.

De forma geral, as mulheres falam inglês melhor do que os homens, e os mais jovens têm nível de proficiência superior ao dos mais velhos.

O conhecimento do inglês também é diretamente proporcional ao desenvolvimento econômico e social de cada país: aqueles com maior domínio da língua tendem a ter maiores níveis de qualidade de vida, renda per capita e investimento em inovação.

O relatório completo está disponível no site da EF Education First. Veja abaixo o ranking global, no qual foram analisados os 80 países que tiveram o número mínimo de participantes para entrar na avaliação:

Posição no ranking País Faixa de proficiência
1 Holanda Muito alta
2 Suécia Muito alta
3 Dinamarca Muito alta
4 Noruega Muito alta
5 Singapura Muito alta
6 Finlândia Muito alta
7 Luxemburgo Muito alta
8 África do Sul Muito alta
9 Alemanha Alta
10 Áustria Alta
11 Polônia Alta
12 Bélgica Alta
13 Malásia Alta
14 Suíça Alta
15 Filipinas Alta
16 Sérvia Alta
17 Romênia Alta
18 Portugal Alta
19 Hungria Alta
20 República Tcheca Alta
21 Eslováquia Alta
22 Bulgária Moderada
23 Grécia Moderada
24 Lituânia Moderada
25 Argentina Moderada
26 República Dominicana Moderada
27 Índia Moderada
28 Espanha Moderada
29 Hong Kong Moderada
30 Coreia do Sul Moderada
31 Nigéria Moderada
32 França Moderada
33 Itália Moderada
34 Vietnã Moderada
35 Costa Rica Moderada
36 China Baixa
37 Japão Baixa
38 Rússia Baixa
39 Indonésia Baixa
40 Taiwan Baixa
41 BRASIL Baixa
42 Macau Baixa
43 Uruguai Baixa
44 México Baixa
45 Chile Baixa
46 Bangladesh Baixa
47 Ucrânia Baixa
48 Cuba Baixa
49 Panamá Baixa
50 Peru Baixa
51 Colômbia Baixa
52 Paquistão Baixa
53 Tailândia Baixa
54 Guatemala Baixa
55 Equador Baixa
56 Tunísia Baixa
57 Emirados Árabes Unidos Baixa
58 Síria Muito baixa
59 Catar Muito baixa
60 Marrocos Muito baixa
61 Sri Lanka Muito baixa
62 Turquia Muito baixa
63 Jordânia Muito baixa
64 Azerbaijão Muito baixa
65 Irã Muito baixa
66 Egito Muito baixa
67 Cazaquistão Muito baixa
68 Venezuela Muito baixa
69 El Salvador Muito baixa
70 Omã Muito baixa
71 Mongólia Muito baixa
72 Arábia Saudita Muito baixa
73 Angola Muito baixa
74 Kuwait Muito baixa
75 Camarões Muito baixa
76 Argélia Muito baixa
77 Camboja Muito baixa
78 Líbia Muito baixa
79 Iraque Muito baixa
80 Laos Muito baixa

Este conteúdo foi publicado originalmente em Exame.com

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s