Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

O filme que você nunca verá: novo projeto estrelado por John Malkovich talvez só seja lançado daqui a 100 anos

“100 years”, dirigido por Robert Rodriguez, tem estreia prevista para 18 de novembro de 2115.

Por Jessica Soares Atualizado em 4 nov 2016, 19h02 - Publicado em 23 nov 2015, 18h45

Em 28 de dezembro de 1895, os irmãos Lumière realizaram na França a primeira exibição pública de um filme. Muita coisa rolou nestes 120 anos de história do cinema – desde A Chegada do Trem na Estação, os filmes mudaram um bocado e, sejam lá quais avanços nos aguardam nos próximos anos, fato é que o cinema do século 22 certamente vai ser bem diferente do que vemos hoje nas telonas. Mas uma coisa já sabemos sobre o blockbuster do final do ano 2115: ele será estrelado por John Malkovich.

O filme em questão é, apropriadamente, intitulado 100 years – “100 anos”, em tradução livre, mas só seus tataranetos saberão o título nacional oficial do longa que tem estreia prevista para o dia 18 de novembro de 2115. Além do icônico ator cuja mente visitamos em Quero ser John Malkovich (1999), o filme traz no elenco o chileno Marko Zaror e a chinesa Shuya Chang e foi dirigido por Robert Rodriguez, responsável por Sin City (2005). Já finalizado, o filme foi guardado a sete chaves: para garantir segredo absoluto, está dentro de cofre especial que só se abrirá daqui a 100 anos. O motivo de tanto mistério? Louis XIII Cognac, uma bebida muito especial., 

O chamado “rei dos conhaques” é uma bebida de ultra-luxo, produzida na França – o motivo do título pomposo você já deve imaginar: ela é envelhecida durante 100 anos antes de ser comercializada. Isso quer dizer que as garrafas atualmente disponíveis nas prateleiras foram feitas em 1915 (e custam cerca de 3 mil dólares, claro). Para acompanhar o lançamento da safra de 2015 daqui um século, a empresa resolveu produzir uma obra de arte que traduzisse um pouco do compromisso (e paciência) necessários para o desenvolvimento de um produto de qualidade. “Louis XIII é um verdadeiro testamento sobre a maestria do tempo e buscou-se criar uma peça de arte que explorasse de forma proativa a relação dinâmica do passado, presente e futuro”, disse o diretor executivo global da Louis XIII, Ludovic du Plessis, em uma nota de imprensa.

Malkovich foi encarregado de pensar em uma ideia que traduzisse o tema ambicioso – e nada sabemos sobre o resultado, além de que será “carregado de emoção”. Quem viver verá. Segundo os planos da Louis XIII, a primeira exibição do filme será limitada a mil pessoas influentes que receberam um convite metálico da empresa (Fantástica Fábrica de Chocolate feelings) e a todos que comprarem a garrafa ultra-exclusiva.

Claro que há a possibilidade de tudo isso ser uma grande jogada de marketing, e que o filme não tenha nem mesmo sido gravado. De qualquer forma, alguns minutinhos de vídeo você consegue ver com certeza. Para promover a história toda, foram criados três teasers sobre o filme. Nos vídeos, foram imaginadas três versões (“retrô”, “natureza” e “futuro”) do mundo no ano 2115. Nenhum dos trechos fazem parte do misterioso filme, mas já dá para ter uma ideia do que seus descendentes podem esperar do projeto – se ele realmente acontecer.

Continua após a publicidade

 

 

 

 

 

 

via io9 e Flavorwire

Continua após a publicidade
Publicidade