GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Os mestres das cavernas

Cavando para remover os pedregulhos que a bloqueavam, eles abriram uma apertada passagem, que os levou para o interior da terra.

Os desenhos rupestres da caverna Chavet, na região de Ardèche, sul da França, são considerados os mais antigos já descobertos. As datações indicam que alguns desenhos foram feitos há 32 000 anos. Ou seja: são duas vezes mais antigos que as pinturas de Lascaux, também na França, e de Altamira, na Espanha – ambas datando de 15 000 anos atrás. A caverna de Ardèche foi descoberta, por acaso, em 1994. Um grupo de espeleólogos, liderados por Jean-Marie Chavet, estava inspecionando a região quando notaram uma pequena fenda nas rochas. Cavando para remover os pedregulhos que a bloqueavam, eles abriram uma apertada passagem, que os levou para o interior da terra. Quando seus olhos se acostumaram com a escuridão, perceberam que tinham feito uma descoberta magnífica. Estavam dentro de um imenso salão subterrâneo enfeitado com imagens de leões, rinocerontes e mamutes. No chão, restos de fogo, ossos de animais e até pegadas na lama feitas por homens e mulheres que haviam estado ali há milhares de anos.

• O quadro mais valioso do mundo é a Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, exposta no Museu do Louvre, em Paris. Em 1992, foi avaliado em 100 milhões de dólares.

• O maior preço já pago por um quadro foi 82,5 milhões de dólares. O Retrato do Dr. Gauchet, de Van Gogh, foi vendido por essa fabulosa soma em 1992.