Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

A genial lista de tarefas de Leonardo Da Vinci

Desenhar Milão ou estudar o Sol? O renascentista tinha sempre um caderno à mão para escrever seus afazeres de sua maneira enigmática. Confira um dos curiosos manuscritos que sobreviveram ao tempo.

Por Luisa Costa Atualizado em 17 Maio 2022, 16h16 - Publicado em 10 Maio 2022, 17h26

Desenhar Milão ou pesquisar sobre o tamanho do Sol. Eis alguns itens que não aparecem na lista de tarefas de todo mundo. Mas, claro, você não espera pendências comuns de alguém como Leonardo Da Vinci.

O renascentista era um curioso incorrigível e se aventurou na matemática, física, astronomia, arquitetura, botânica, anatomia, música… Um viciado em aprender e inventar – que também arranjava tempo livre para pintar alguma coisa. Como a Mona Lisa.

O dono dessa mente sempre em atividade não podia deixar uma ideia passar em branco. Por isso, ele costumava carregar um pequeno caderno por onde fosse, para registrar sempre que algo chamasse sua atenção. Para Leonardo, era “útil constantemente observar, anotar e considerar”.  

Alguns desses papéis sobrevivem até hoje. Foram colados em álbuns pelos sucessores do inventor italiano, e um deles faz parte da coleção de arte da família real britânica (a Royal Collection) desde, pelo menos, 1690. Dentro dele, está uma página bastante curiosa, com a lista de tarefas de Leonardo.

Ela foi escrita por volta de 1508 e 1510, e disputa espaço na folha com uma porção de outros rabiscos (como desenhos feitos em estudos de anatomia). Confira abaixo:

Lista de tarefas de Leonardo Da Vinci.
Leonardo Da Vinci/Reprodução

Não entendeu uma palavra? Fique tranquilo: isso é mesmo tarefa para os historiadores. As anotações de Leonardo da Vinci não só estão escritas em italiano (na versão do século 16), como também estão da direita para a esquerda, sem pontuação nenhuma e com símbolos enigmáticos. Um verdadeiro Código Da Vinci.

Você pode entender nessa matéria da Super como funcionava a estranha grafia do gênio renascentista. Mas não quebre a cabeça tentando decifrar a lista de tarefas. Graças ao historiador Toby Lester (e ao jornalista da NPR Robert Krulwich), podemos conferir alguns trechos do manuscrito:

– [Calcular] a medida de Milão e seus subúrbios;

– [Encontrar] um livro que trate de Milão e suas igrejas, que deve ser adquirido na papelaria a caminho de Cordusio [provavelmente a região de Milão em que hoje está a Praça Cordusio];

– [Descobrir] a medida do Corte Vecchio [o pátio do palácio do duque de Milão];

– [Descobrir] a medida do castelo [do duque];

Continua após a publicidade

– Pedir a Messer Fazio [professor de medicina e direito em Pavia] explicar sobre proporção;

– Pedir ao Frade Brera [no mosteiro beneditino de Milão] mostrar De Ponderibus [um texto medieval sobre mecânica];

– Desenhar Milão;

– Perguntar ao Maestro Antonio como as argamassas são posicionadas nos baluartes de dia ou de noite.

– [Examinar] a besta do mestre Giannetto;

– Encontrar um mestre em hidráulica e fazer com que ele diga como consertar uma eclusa, canal e moinho à maneira lombarda [de Lombardia];

– [Perguntar sobre] a medida do sol que me foi prometida pelo maestro Giovanni Francese;

– Tentar obter Vitolone [autor medieval de um texto sobre óptica], que está na Biblioteca de Pavia, que trata sobre matemática.

A lista é bastante representativa de como Leonardo da Vinci vivia de cabeça ocupada. Suas ideias se acumulavam de tal forma que ele tinha o costume de começar mais projetos do que podia dar conta. Incapaz de focar em uma coisa só ou de administrar bem seu tempo, ele era um grande procrastinador.

As tarefas ainda são acompanhadas por uma lista de itens que Leonardo achava que precisaria para uma viagem: óculos, meias, cadarços, uma vidraça, uma serra de osso de dentes finos, fórceps e um crânio.

Na página há também anotações sobre as supostas qualidades essenciais de um desenhista de anatomia. Além da habilidade com o lápis, é necessário o conhecimento de perspectiva, entendimento sobre músculos, paciência e coragem. Segundo Leonardo, ao se dedicar à atividade, você pode ser “impedido pelo seu estômago”.

Compartilhe essa matéria via:

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 12,90/mês