Clique e assine a partir de 8,90/mês

Ser e Tempo

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h52 - Publicado em 31 jul 2005, 22h00

NOME ORIGINAL_Sein und Zeit (Alemanha)
EDIÇÃO NO BRASIL_ Vozes; 2005


DO QUE TRATA

Investiga o ser enquanto conceito universal e indefinível. Para Heidegger, ele está vinculado à existência, ao seu próprio acontecimento. O caminho para o conhecimento do ser parte do próprio homem, de seus questionamentos e reflexões. Diferenciando a noção de ser e ente (coisa), Heidegger afirma que o homem é um “ente inacabado”, que se reconstrói constantemente. Tendo a morte como horizonte e limite do futuro, o homem deve retomar-se a cada momento, unir presente e passado. A existência está, portanto, vinculada à temporalidade.

QUEM ESCREVEU

Continua após a publicidade

Martin Heidegger (1889-1976) nasceu na Alemanha e estudou na Universidade de Friburgo, onde também foi professor, sucedendo seu mestre, Edmund Husserl (para quem Ser e Tempo é dedicado). Na década de 30, aderiu ao nazismo ese tornou reitor na universidade, até a derrota alemã na Segunda Guerra Mundial.

POR QUE MUDOU A HUMANIDADE

Desde Aristóteles, a filosofia não havia questionado o conceito de ser, como fez Heidegger ao reorganizar conceitos fundamentais da filosofia (ser, tempo, existência, verdade).

 

Publicidade