Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Será que agora o Brasil vai ser o país do futuro?

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 19h05 - Publicado em 15 abr 2011, 22h00

“O limite da potência emergente cantada em prosa e verso nos últimos tempos é nítido, para quem queira ver sem se deixar enganar pela máquina oficial de propaganda: o Brasil deixou, sim, de ser vira-lata, mas ainda está muito longe de virar um cachorro grande na cena internacional.”
ClÓVIS ROSSI, jornalista e colunista da Folha de S.Paulo

“Lula está certo: seu país merece respeito. Mas ele também tem tido sorte, lucrando com o boom das commodities e a solidez herdada de FHC. Para manter a performance nesses tempos mais difíceis, o sucessor de Lula vai ter de encarar os problemas que ele decidiu ignorar.”
THE ECONOMIST, revista mais influente do mundo, em capa sobre o Brasil

“É um mérito manter a esperança por tanto tempo – o inglês não acredita que seu país possa equiparar seu passado. Mas o futuro do Brasil deve vir da tensão entre o desejável e o exequível. O sonho desvinculado da realidade não vinga. A realidade desprovida de sonho definha.”

Publicidade