Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

“Share the Screen”, novo projeto do Vimeo, vai fomentar a produção de autoria feminina

O projeto inclui apoio para o desenvolvimento, financiamento e divulgação dos trabalhos audiovisuais assinados por mulheres

Por Jessica Soares
Atualizado em 11 mar 2024, 08h41 - Publicado em 29 jan 2016, 20h30

Faça um teste: tente lembrar (sem pesquisar no Google!) o nome de cinco diretoras que tenham feito pelo menos três filmes que você já tenha visto ou ouvido falar. Difícil? Teste então enumerar quantos dos filmes que você assistiu no ano passado tinham uma mulher na direção. Se essa lista mental está quase em branco, há grandes chances de que o problema não seja de memória – como já falamos por aqui, há uma proporção de 5 homens para cada mulher trabalhando em Hollywood. E, se menos mulheres tem voz, menos suas histórias são conhecidas. Para ampliar o espaço para produtoras, e contribuir para a diminuição na desigualdade entre os gêneros na indústria cinematográfica, o Vimeo lançou neste mês a iniciativa Share the Screen, que vai apoiar a produção de autoria feminina no site de compartilhamento e streaming de filmes.

LEIA: Conheça Cabíria, prêmio brasileiro para filmes protagonizados por mulheres

“A desigualdade de gênero no cinema não é simplesmente um problema da mulher: é um problema de todos. Quanto mais espaço e atenção são dados a diferentes vozes, melhores decisões artísticas são tomadas, melhores histórias são contadas”, afirma a diretora de produção do Vimeo, Andrea Allen. O relatório mais recente do Center for the Study of Women in Film and Television, grupo de pesquisa sobre a participação da mulher no cinema e na televisão da Universidade de San Diego, mostra que há muito o que melhorar: dos 250 filmes de maior bilheteria do ano passado, 91% não tinham mulheres na direção; 82% não tinham nenhuma mulher roteirista; 52% não tinham mulheres no cargo de produtora executiva; 32% não tinha produtoras; 74% não tinham editoras; e 94% não tinham diretoras de fotografia. Com Share the Screen, a ideia é promover mais igualdade de gênero com investimento em programação protagonizada por mulheres, oficinas educativas, encontros e outras ações que deem mais espaço e destaque às vozes femininas.

A iniciativa, anunciada durante o festival de Sundance, vai financiar pelo menos cinco projetos desenvolvidos por mulheres cineastas ao longo de 2016. A princípio, as diretoras serão escolhidas a partir da atual lista de prospecção de novos projetos da empresa – uma equipe formada pelos responsáveis pela curadoria dos vídeos destacados na plataforma Staff Picks e pelo time encarregado do conteúdo original produzido pelo Vimeo. A empresa informou que não foi estipulado um limite para o investimento na iniciativa – seja uma websérie, um filme de longa-metragem ou um curta, a ideia é apoiar tantas boas ideias quanto estiverem disponíveis por aí.

Continua após a publicidade

Além de financiamento, os projetos executados receberão apoio também para o desenvolvimento e divulgação na plataforma e serão distribuídos via streaming para o público em forma de compra única ou locação – estratégia similar àquela adotada pela empresa para a promoção de High Maintenance, aclamada websérie (a primeira integralmente financiada pela empresa) que acompanha o dia a dia de um novaiorquino que ganha a vida vendendo maconha. Disponibilizado online desde 2013, o seriado foi comprado pela HBO em abril de 2015, que detém agora o direito de exibição dos novos episódios produzidos.

O primeiro filme do projeto Share the Screen será Darby Forever, um curta da atriz e comediante Aidy Bryant, que faz parte do elenco de Saturday Night Live e divide a cena no novo filme com Retta de Parks and Recreation e Natasha Lyonne de Orange is the New Black. O filme acompanha Darby, vendedora de uma loja de tecidos frequentada pelos peculiares moradores de uma cidadezinha qualquer e viram personagens de seus devaneios diários.

 

Continua após a publicidade

 

O plano é que, em breve, o conteúdo original do Vimeo se torne ainda mais diverso – em novas fases do projeto serão convidados para “dividir a tela!” cineastas com diferentes contextos e de minorias sociais, ampliando a pluralidade de vozes e olhares presentes na plataforma.

Continua após a publicidade

[Fontes: Wired, Variety, Vimeo HQ

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.