GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Achado arqueológico pode provar existência de personagem bíblico

Profeta teria vivido há mais de 2.700 anos

Pintura de Isaías na Sacristia de São Marcos, no Santuário da Santa Casa de Loreto, por Melozzo da Forlì, cerca de 1477

Pintura de Isaías na Sacristia de São Marcos, no Santuário da Santa Casa de Loreto, por Melozzo da Forlì, cerca de 1477 (Sailko/Wikimedia Commons)

Um achado arqueológico pode confirmar a existência de um personagem descrito na Bíblia. Um profeta teria previsto a vinda do Messias. No entanto, não há registro da existência dele, a não ser em textos bíblicos ou religiosos. Agora, pesquisadores da Universidade Hebraica em Jerusalém reportam ter encontrado um artefato que pode ser uma evidência de que o personagem chamado Isaías era real.

Veja também

O selo encontrado pelos arqueólogos tem o nome Yesha’yah (a versão hebraica de “Isaías”) ao lado de uma palavra que não está completa; o artefato em questão está danificado. O nome é seguido das letras nvy. Não se sabe se a palavra escrita terminava com a letra hebraica aleph, o que formaria a palavra “profeta”.

 (Biblical Archaeology Review/Reprodução)

O achado arqueológico estava próximo do selo do rei de Judá chamado Ezequias–que governou de 727 a 698 a.C.–, de quem Isaías era muito próximo.

“Parece que descobrimos uma impressão em selo que pode ter pertencido ao profeta Isaías, em uma escavação científica e arqueológica”, de acordo com Eilat Mazar, autor principal do estudo na Universidade Hebraica de Jerusalém.”Se o selo pertencer mesmo ao profeta Isaías, não seria uma surpresa descobri-lo perto do que contém o nome do rei Ezequias, dada a relação simbiótica do profeta com o rei descrita na Bíblia.”

Veja também

O estudo completo foi publicado no periódico científico Biblical Archaeology Review.

Este conteúdo foi publicado originalmente em Exame.com

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Paulo Bandarra

    Na verdade o Messias descrito por Isaías não tem nada a ver com Jesus. Que se autoimolou no primeiro embate contra o Templo.

    Curtir