GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Aviadores: Pioneiros avoados

O homem sempre tentou imitar os pássaros. Neste século, ele conseguiu.

Débora Lerrer

O século XX entrará para a história da humanidade, entre outras coisas, como aquele em que o homem se tornou capaz de voar, com a invenção do avião. “Em pouco mais de cinqüenta anos saímos de um salto de pulga para chegar à Lua”, disse à SUPER o engenheiro aeronáutico Paulo Soviero, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos, interior de São Paulo.

Essa proeza começou pelas mãos de um punhado de lunáticos. Os pioneiros da aviação eram homens que tentaram imitar as aves. Não tinham medo de se atirar do alto de morros e prédios a bordo de frágeis estruturas de pano e madeira que, muitas vezes, nem sequer planavam.

Um desses aventureiros foi o alemão Otto Lilienthal (1848-1896). De um aterro feito por ele mesmo perto de sua casa, em Berlim, Lilienthal realizou mais de 2 500 vôos a bordo de um ancestral da asa-delta. Se ele tivesse acoplado um motor a gasolina a sua máquina, teria inventado o aeroplano. Morreu antes, em uma queda.

Aproveitando as experiências do alemão, os irmãos americanos Wilbur e Orville Wright conseguiram, em 1903, voar uma distância de 36 metros em um planador motorizado, o Flyer (Voador, em inglês). Muita gente considera aquele o primeiro avião da História. Só que o Flyer não decolou por conta própria: foi catapultado do alto de uma duna, no Estado da Carolina do Norte. A primeira aeronave a sair sozinha do chão, voar e pousar em segurança foi mesmo o 14-Bis, do brasileiro Alberto Santos-Dumont, em 1906, em Paris. Distraído, o gênio mineiro jamais chegou a patentear sua invenção. Por isso, acabou esquecido. Pelo menos fora do Brasil.

Cada vez mais alto

Três milênios de história da aviação.

1000 a.c – Brinquedo pioneiro

Surge na China a pipa, primeiro objeto voador criado pelo homem. É usada em cerimônias religiosas, festas e batalhas. Chegam a carregar soldados, em missões de espionagem durante as guerras.

1505 – Profecia de gênio

Obcecado pelo vôo, o italiano Leonardo da Vinci (1452-1519) concebe o princípio do pára-quedas e projeta máquinas voadoras. Um de seus desenhos é considerado um helicóptero primitivo.

1709 – O padre voador

Em Portugal, o padre brasileiro Bartolomeu Lourenço de Gusmão (1685-1724) constrói o primeiro balão, que sobe 4 metros. O povo de Lisboa apelida o invento de “passarola”. No resto da Europa, Gusmão é ignorado.

1783 – Nos céus de Paris

Dois voluntários voam por 25 minutos a bordo de um balão criado pelos irmãos franceses Joseph (1740-1810) e Jacques (1745-1799) Montgolfier. O rei Luís XVI e a rainha Maria Antonieta assistem à demonstração e os irmãos entram para a História como

os primeiros balonistas.

1810 – Fim do mistério

O inglês George Cayley (1773-1857) publica um tratado científico intitulado Sobre a Navegação Aérea. Cayley revela, a partir de estudos dos pássaros, que é a forma da superfície das asas que lhes dá sustentação. Sua descoberta é a base da aviação moderna.

1906 – Nasce o avião

O 14-Bis, de Alberto Santos-Dumont, uma máquina de 160 quilos, decola e voa por 1 minuto a 6 metros de altura. Três anos antes, os irmãos americanos Orville e Wilbur Wright tinham conseguido catapultar uma aeronave motorizada pela primeira vez.

1927 – A travessia do oceano

O americano Charles Lindbergh (1902-1974) é o primeiro piloto a atravessar o Atlântico sozinho e sem escalas. Exausto e sob mau tempo, ele faz o percurso em 33 horas e meia.

1944 – Invenção nazista

Desenvolvido pelos alemães a partir de 1938, o primeiro avião a jato, o Messerschmitt-262, é posto em ação na Segunda Guerra Mundial. Mas não impede a vitória dos aliados.

1947 – Mais rápido que o som

O avião experimental americano Bell-X1, pilotado por Chuck Yeager, rompe a barreira do som pela primeira vez. Ele voa a 1 556 quilômetros por hora.

1961 – A Terra é azul

O piloto russo Yuri Gagárin (1934-1968) é o primeiro homem no espaço. Dentro da cápsula espacial Vostok 1, Gagárin realiza um vôo de 25 horas ao redor da Terra.

1999 – Os atuais heróis

O suíço Bertrand Piccard, de 41 anos, e o inglês Brian Jones, de 52 anos, são os primeiros homens a dar a volta ao mundo em um balão, o Breitling Orbiter 3. A viagem durou dezenove dias.