Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Conservado na lama, sem oxigênio

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h10 - Publicado em 30 abr 1998, 22h00

Ele já tinha sido achado há cinco anos, na região italiana de Benevento. Mas só agora os cientistas concluíram o detalhado trabalho de “dissecação” do fóssil do Scipionyx samniticus. O charme desse dinossauro, de 113 milhões de anos, é que ele guardou intacta parte de seus órgãos. “Quando temos, além dos ossos, também as partes moles de um animal, como músculos e pele, dá para fazer uma idéia bem melhor do jeito que ele era”, comenta o paleontólogo Reinaldo Bertini, da Universidade Estadual Paulista, em Rio Claro. A preservação só foi possível porque o samniticus morreu numa região onde o solo tem pouco oxigênio e, por isso, não houve proliferação de bactérias, que provocam a decomposição.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)