Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Hobby cansativo

Entre os monumentos criados para passar o tempo, seu maior legado é o túnel que cavou para chegar ao fundo de um poço, com 4 metros de altura.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h26 - Publicado em 31 mar 2002, 22h00

Enquanto viveu em seu pequeno sítio nas imediações de Triunfo, nas serras pernambucanas, o caboclo João Neco demonstrou que o dom da engenharia até pode ser aperfeiçoado nas universidades, mas que não é preciso diploma para realizar grandes obras. Entre os monumentos criados para passar o tempo, seu maior legado é o túnel que cavou para chegar ao fundo de um poço, com 4 metros de altura. Fosse uma pessoa comum, bastariam apenas corda e manivela, mas João Neco optou pelo mais difícil. Pegou na enxada e abriu um túnel inclinado com 25 metros de extensão e altura superior a 2 metros. Foram quatro anos de trabalho incessante, de 1929 a 1932, quase sempre sozinho. Certamente ajudou a passar o tempo… Tanto trabalho transformou o sítio em atração turística, mas é recomendável visitá-lo apenas com guia e carro com tração nas 4 rodas, pois não há indicação de acesso e as estradas da região são de pedras.

Publicidade