GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O pedaço mais velho do continente

As rochas do Rio Grande do Norte estão entre as mais velhas do mundo. A maioria supera 2,3 bilhões de anos, mas uma parte, perto da cidade de Bom Jesus, formada há 3,5 bilhões de anos, constitui a massa rochosa mais antiga da América Latina. É o que mostra a datação feita, este ano, pelo geólogo Elton Dantas, da Universidade Estadual Paulista. Ele avaliou o teor de chumbo que se acumula aos poucos no mineral: quanto mais chumbo, há mais tempo a pedra existe. A rocha endureceu a cerca de 10 quilômetros de profundidade. Depois, há 500 milhões de anos, subiu à superfície, empurrada por movimentos da crosta. “Ela pode nos fornecer dados sobre a composição química do planeta naquela época”, diz o geólogo Zorano de Souza, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Fragmento do passado

Rocha se formou há 3,5 bilhões de anos onde é hoje o Rio Grande do Norte.

Um morro de 30 metros de altura é a parte visível da pedra de 3,5 bilhões de anos.

No total, a massa rochosa tem mais de 10 quilômetros enterrados.