Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Os discursos de Fidel Castro: Hay que hablar, sin perder la ternura

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 18h27 - Publicado em 31 out 2004, 22h00

Fidel Castro, líder cubano, gosta muito de falar. Tanto que é dele o recorde do discurso mais longo já feito na sede da ONU. Para desespero da audiência, no dia 26 de setembro de 1960, Fidel falou sem parar por incríveis 4 horas e 29 minutos. O tema? O de sempre: criticou e denunciou o imperialismo americano e sua política externa.

Não foi a primeira vez que Fidel matou todo mundo de tédio. Quando ascendeu ao poder em Cuba, em 1959, discursou por sete horas ininterruptas. Às vezes, nem ele se agüenta. Em junho de 2001, depois de três horas de discurso, desmaiou diante de 30 000 pessoas. Em outubro de 2004, caiu outra vez durante um discurso e quebrou o joelho.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.