GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Surge um macaco novo no galho

Cientistas americanos descobriram na África um novo chimpanzé, primata da família mais próxima da linhagem humana na escala de evolução das espécies. A antropóloga Katherine Gonder, da Universidade de Nova York, analisou o DNA de doze amostras de pêlos encontrados nas florestas às margens do Rio Niger, na fronteira entre a Nigéria e Camarões. E levantou a suspeita de que eles pertenciam a uma subespécie desconhecida de macaco. De volta às florestas nigerianas, a pesquisadora encontrou, enfim, uma população desses chimpanzés, e confirmou: era uma nova subespécie. Até agora, conheciam-se três subespécies: o Pan troglodytes verus, que vive na costa oeste do continente africano, entre o Senegal e Gana; o Pan troglodytes troglodytes, entre Camarões e o Rio Congo; e o Pan troglodytes schweinfurthii, na África central. O novo membro da família foi batizado provisoriamente de Pan troglodytes vellerosus. Em entrevista à SUPER, Katherine disse que, “com a confirmação da existência desse novo animal, a divisão taxonômica dos chimpanzés começa a ser revisada.”

Territórios bem demarcados

Veja as regiões ocupadas pelas quatro subespécies conhecidas de chimpanzés.

Os Pan troglodytes verus moram entre o Senegal e Gana.

A nova subespécie, dos Pan troglodytes vellerosus, foi achada na Nigéria.

Os Pan troglodytes troglodytes ocupam esta região, entre Camarões e o Rio Congo.

Os Pan troglodytes schweinfurthii ocupam a África central.