Clique e assine a partir de 8,90/mês

Surge um macaco novo no galho

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h15 - Publicado em 30 nov 1997, 22h00

Cientistas americanos descobriram na África um novo chimpanzé, primata da família mais próxima da linhagem humana na escala de evolução das espécies. A antropóloga Katherine Gonder, da Universidade de Nova York, analisou o DNA de doze amostras de pêlos encontrados nas florestas às margens do Rio Niger, na fronteira entre a Nigéria e Camarões. E levantou a suspeita de que eles pertenciam a uma subespécie desconhecida de macaco. De volta às florestas nigerianas, a pesquisadora encontrou, enfim, uma população desses chimpanzés, e confirmou: era uma nova subespécie. Até agora, conheciam-se três subespécies: o Pan troglodytes verus, que vive na costa oeste do continente africano, entre o Senegal e Gana; o Pan troglodytes troglodytes, entre Camarões e o Rio Congo; e o Pan troglodytes schweinfurthii, na África central. O novo membro da família foi batizado provisoriamente de Pan troglodytes vellerosus. Em entrevista à SUPER, Katherine disse que, “com a confirmação da existência desse novo animal, a divisão taxonômica dos chimpanzés começa a ser revisada.”

Territórios bem demarcados

Veja as regiões ocupadas pelas quatro subespécies conhecidas de chimpanzés.

Os Pan troglodytes verus moram entre o Senegal e Gana.

A nova subespécie, dos Pan troglodytes vellerosus, foi achada na Nigéria.

Os Pan troglodytes troglodytes ocupam esta região, entre Camarões e o Rio Congo.

Continua após a publicidade

Os Pan troglodytes schweinfurthii ocupam a África central.

Publicidade