GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Surpreendentes cabeças chinesas

Foram encontrados na China dois crânios que indicam ter havido um estágio intermediário entre o Homo erectus e o Homo sapiens.

Dois crânios encontrados, em 1990 e 1991, ás margens do Rio Han, na China, estão criando verdadeira comoção entre paleontólogos. Eles indicariam que houve um estágio intermediário entre Homo erectus, nascido na África há cerca de 1.5 milhão de anos, e o Homo sapiens, cujo exemplar mais antigo não passa dos 100 000 anos. Os crânios foram estudados pelo arqueólogo chinês Li Tianyuan e o paleontólogo americano D.A Elter. Pela forma, os crânios se assemelham ao do H. erectus, mas sua face lembra a do H.sapiens. A novidade reforça a teoria de que o homem se desenvolveu simultaneamente em várias partes do mundo. E abala a tese de que o berço da humanidade é a África. Mas muita água deve rolar antes da conclusão desse debate.