GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A fama de simpático do golfinho está indo por água abaixo

Os sons graves emitidos pelos golfinhos pode servir para atordoar suas presas

A fama de simpático do golfinho está indo por água abaixo. Até hoje, pensava-se que os sons graves emitidos por esse animal durante as refeições eram um convite para o resto do bando vir dividir o repasto. Mas o biólogo Vicent Janik, da Universidade de Saint Andrew, na Inglaterra, descobriu que o canto pode ter um propósito bem menos altruísta – o de atordoar as presas. Janik e sua equipe perceberam que, na hora de comer, os golfinhos cantam em baixa freqüência (com sons graves). Como a visão é precária embaixo d’água, a audição é essencial para a orientação de todos os peixes. Sem ela, as presas ficam desorientadas e é mais fácil capturá-las. Emitindo sons em baixas freqüências, o golfinho cantor deixa as vítimas perturbadas por algum tempo. E aí é só se servir.