Clique e assine a partir de 5,90/mês

Árvore gigante não sabe o que é sede

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 19h06 - Publicado em 31 mar 2000, 22h00

Como a sequóia, o maior ser vivo do mundo, leva água até as folhas mais altas?

Apesar dos seus 100 metros de altura, ela usa a mesma estratégia de qualquer árvore, grande ou pequena, para matar a sede. A transpiração faz a planta perder umidade pelas folhas. Isso cria uma diferença de pressão entre a base e o topo dos vasos que transportam líquidos e nutrientes captados pelas raízes. Essa diferença gera uma força de sucção (veja infográfico). Calcula-se que essa força seja suficiente para elevar uma coluna de água a mais de 160 metros de altura. “Quanto mais seco for o clima, maior a pressão e mais eficiente o bombeamento da água”, explica o botânico Mário Tomazello Filho, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, em Piracicaba, interior de São Paulo.

Refresco de canudinho

Quando a planta transpira, a água é sugada das raízes para a copa.

A sequóia transpira pelas folhas. Para repor a água perdida, a folha puxa líquido dos xilemas, os vasos que conduzem a seiva pelo tronco.

No tronco, a perda de líquido lá no alto cria uma diferença de pressão dentro do xilema. Como acontece quando se suga refresco por um canudo.

O xilema então puxa o líquido das partes inferiores da planta. As raízes se encarregam de repor o que é consumido.

Continua após a publicidade
Publicidade