GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

As glaciações são fenômenos cíclicos

O que são glaciações?

Existe mais alguma prevista?

São períodos em que os gelos dos pólos avança, cobrindo 30% da Terra, enquanto agora ele ocupa apenas 10%. Durante as glaciações a temperatura do planeta cai em torno de seis graus e as geleiras vão, no hemisfério sul até a Patagônia argentina. No hemisfério norte o avanço é maior porque os oceanos são mais rasos. Os Grandes Lagos, nos Estados Unidos (perto da fronteira com o Canadá), e o sul da Inglaterra, chegam a congelar.

Nos últimos 2,7 milhões de anos (período em que se tem dados precisos) ocorreram em torno de 25 glaciações. “Cada uma durou cerca de 100 000 anos, com intervalos de 10 000 anos”, diz o glaciologista Jefferson Simões da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

A ultima acabou em torno de 8000 mil anos atrás. Isto quer dizer que a Terra esteve parcialmente congelada a maior parte do tempo desde que os ancestrais do homem surgiram, há 2 milhões de anos. Acredita-se que, entre 2 mil e 4 mil anos a partir de agora, começará uma nova glaciação. Não existe uma teoria definitiva para explicar o fenômeno. A mais aceita é a que envolve várias mudanças nas órbitas terrestres. Primeiro, o eixo de rotação da Terra não forma exatamente 90º com a linha do equador. O planeta está um pouco “inclinado” (veja infotográfico abaixo). E o ângulo dessa inclinação sofre alterações devido à influencia da força de gravidade dos demais planetas. Essa é uma das mudanças segundo, o eixo de rotação também gira sobre si mesmo como se fosse um pião, por influencia da atração do Sol e da Lua. Em terceiro lugar, também devido à força da gravidade dos planetas. A união das três mudanças faz com que haja, em certos períodos, variações na quantidade de energia que chega ao sol, causando esfriamento.